Quem é Caio Coppolla, o comentarista conservador da CNN Brasil?

Advogado, ele é sucesso na internet e já passou pelo rádio

Publicado há 7 meses
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Desde a sua estreia em março, a CNN Brasil explicou ao público que é um canal de debate de ideias e para isso contratou um nome que repercute muito nas redes sociais: Caio Coppolla. Ele é aclamado na internet por fazer comentários conservadores, contra a esquerda e a favor do governo de Jair Bolsonaro.

Com 32 anos de idade, o moreno é bacharel em direito e foi alçado à fama depois de fazer seus próprios vídeos para a internet. O primeiro deles foi sobre um tema polêmico: a saidinha de Natal. Naturalmente, esse é um assunto que interessa à sociedade, e a análise conservadora de Coppolla foi suficiente para obter sucesso e seguir gravando.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Bombando as redes sociais, o advogado pôde encontrar ainda mais visibilidade em um veículo tradicional e conservador. Se trata da Rádio Jovem Pan, de São Paulo. A emissora lhe deu um lugar na bancada do popular Morning Show, um matinal informativo que discute diversos temas.

Fefito e Caio Coppolla no Morning Show, programa da rádio Jovem Pan (Reprodução)

Por conta de seus comentários, Coppolla, costumeiramente, passou a ver seu nome entre os assuntos mais comentados do Twitter. Atualmente, ele tem uma plataforma própria na internet para divulgar seu próprio conteúdo e sua ideologia, além de usar as principais redes sociais, com centenas de milhares de seguidores.

Multitalentoso

Segundo o jornal Gazeta do Povo, chegou a participar do programa Superstar, da Globo. Ele é músico, empresário, investidor em startups, desenvolvedor de conteúdos para blogs, assessor em comunicação digital e consultor para redes sociais, além de produtor de vídeo.

Na CNN Brasil, Coppolla é exclusivo do quadro O Grande Debate, que vai ao ar no noturno Expresso CNN, de Monalisa Perrone. Como mediadora, ela já teve que interrompê-lo algumas vezes.

Uma delas ocorreu quando o debatedor disse que estava no estúdio por uma questão estética e cosmética, correndo o risco de se contaminar em tempos de pandemia do novo coronavírus.

“Por que os trabalhadores em casa não têm o mesmíssimo direito que a gente tem aqui na CNN? Pessoas que estão em grupo de risco estão isoladas. Por que a gente quer impor algo tão diferente? O que que nos torna melhores ou piores que o cidadão que está em casa, impedido de trabalhar?”, perguntou Coppolla.

Caio Coppolla sorri durante fala de Monalisa Perrone, na CNN Brasil (Reprodução)

CNN responde

O comentário polêmico não passou despercebido pela direção da CNN Brasil, que diz sempre que zela pela independência de opinião de seus comentaristas. O canal pediu, então, para Monalisa Perrone interromper a discussão e dar o posicionamento da emissora.

“A CNN Brasil deixa muito claro que segue as regras e, para lembrar a todos, os debatedores, os senhores e as senhoras que nos acompanham, o trabalho da imprensa no mundo inteiro é considerado um trabalho essencial nesse momento de pandemia. Quem diz isso não sou eu, é a Organização Mundial da Saúde”, disse.

Atualmente, além de produzir seu próprio conteúdo multiplataforma, Caio Coppolla segue como debatedor exclusivo de O Grande Debate. Em março, ele conversou com o Observatório da TV sobre o que significa sua transição para a televisão, depois da internet e do rádio. Confira abaixo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais