Premiere volta a apresentar crescimento no número de assinantes, após volta do futebol

Custo mais barato e arquibancadas vazias ajudam no resultado

Publicado há um mês
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O Premiere, serviço de pay per view do Grupo Globo, mudou a tendência de queda estabelecida durante a pandemia do novo coronavírus, que assolou o país desde março de 2020. Com os jogos paralisados, houve debandada de clientes. Foram cerca de 400 mil contratos cancelados.

De acordo com o UOL, na semana passada, o Grupo Globo reverteu a situação e conseguiu alcançar a marca 100 mil novas assinaturas do Premiere. Essa quantidade atinge o patamar esperado pela empresa. Ainda segundo as informações, o crescimento ocorreu mais fortemente em agosto. O futebol foi retomado em julho.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A meta da Globo é, até dezembro, conseguir recuperar metade das perdas que teve durante a pandemia, 200 mil assinantes. A publicação explica que a rede já esperava um crescimento exponencial, já que o torcedor está impossibilitado de ir ao estádio ver seu time do coração.

Para turbinar o pay per view, a Globo apostou em jogos exclusivos na plataforma, inclusive de times populares, como o Flamengo e o Corinthians. Além disso, um ponto fundamental para o cliente foi mexido: o preço da assinatura. O Premiere deixou de custar, no pacote anual, R$ 79,90. Agora o valor é de R$ 59,90.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais