O Sétimo Guardião: Valentina pede ajuda a Marilda para fazer pazes com Gabriel

Publicado há 2 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em O Sétimo Guardião, na Globo, Valentina (Lilia Cabral) vai seguir os conselhos de Marcos Paulo (Nany People) e procurar uma reaproximação de Gabriel (Bruno Gagliasso). A vilã irá até Marilda (Letícia Spiller), sua irmã, para que ela pavimente o caminho. A ideia dela é voltar às boas com o rapaz, ao invés de manter a guerra travada pela fonte milagrosa. Confira.

“O Gabriel?! Quer que eu vá no casarão pedir pra ele te receber?! É teu filho! Por que não vai direto?”, questionará Marilda. “Porque ele bateria a porta na minha cara! Depois de todas as coisas que nos dissemos? Até ameaças eu fiz a ele…”, indagará Valentina. “E porque ele não baterá a porta na cara dessa mensageira aqui? Lembre-se que na história antiga o mensageiro sempre ficava sem cabeça…”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Luz fica em choque ao saber que Murilo era o gato León, em O Sétimo Guardião, na Globo

“É claro que ele não vai fazer nada contigo! Vai lá, diz pro meu filho que eu estou transtornada e arrependida de ter começado essa guerra sem sentido com ele…”. “Peraí, Marlene! Você está desistindo da fonte, é isso?”. “Quando falei pra botar a cabeça no lugar não foi pra pensar sozinha, e sim pra fazer o que estou pedindo! Por favor! Preciso resgatar Gabriel e tê-lo de volta na minha vida!”.

Ainda nesta cena de O Sétimo Guardião

“Sabe quando ele vai acreditar nesse seu ataque súbito de sinceridade e carência? Nunca!”. “Mas eu estou carente… e estou sendo sincera, sim!”. “Realmente, você está agindo de modo muito estranha. Vem na minha casa, se entope de hambúrguer, é agradável com Luz e ainda me diz que se quer confessar arrependida pro Gabriel? O que está acontecendo, Marlene?”.

“Não está vendo o precipício na minha frente? Eu estou prestes a cair nele. E a única mão que pode me segurar e impedir minha queda é a sua… Minha irmã!”. “Você está me pedindo ajuda, é isso mesmo?”. “Não é fácil ter que dizer isto, mas… É. É isso mesmo”.

“Ah, Marlene! Não fica assim, não! A família é pra isso mesmo! Pra se ajudar! Amanhã vou na casa do Gabriel falar…”. “Amanhã pode ser tarde demais, Marilda”. “Não, eu vou bem de manhã, bem cedinho…”. “Eu preciso que vá agora. Já. Nesse momento. Vai ou não ajudar sua irmã?”, questionará Valentina, deixando Marilda sem saída.

Clique, aqui, e continue lendo sobre este capítulo…

CONFIRA O RESUMO DOS CAPÍTULOS DESTA

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio