O Sétimo Guardião: Encapuzado explica a Gabriel consequências de recusar ser guardião

Publicado há 2 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em O Sétimo Guardião, na Globo, o Encapuzado (Eduardo Moscovis) surgiu para ter uma conversa com Gabriel (Bruno Gagliasso). Ele explicará quais são as implicações caso o protagonista não aceite seu destino e se recuse a liderar a irmandade, como guardião-mor que é. Confira a conversa.

“Eu estava na mesma situação que você. Tinha sido escolhido para ser o sétimo guardião. Até ali tinha levado uma vida normal. Quando contaram o que ia acontecer comigo… Ter que renunciar às mulheres, viver só até morrer, sem família… Era um peso muito grande! Mas não me cabia recusar. Daí, aceitei, assumi o cargo… Mas achei que podia… Uma última vez! Uma noite, fugi prum lugar onde não me conheciam nem sabiam da irmandade. Lá conheci uma mulher. Passei a noite com ela… E foi a última noite da minha vida como uma pessoa. Quando acordei tinha virado um gato”, explicará o Encapuzado.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Enraivada, Valentina manda Sampaio atropelar León, em O Sétimo Guardião, na Globo

“Se isso é verdade, então porque está aqui, na minha frente, como um homem?!”. “Às vezes, consigo voltar à minha antiga forma. Mas isso dura pouco tempo… e a transformação é muito dolorosa pra mim. Você já foi informado que será o sétimo guardião. Não cometa o mesmo erro que eu. E não é só por sua causa que estou lhe dizendo isso”.

Ainda nesta cena de O Sétimo Guardião

“Você também está falando da Luz, não é?”. “Se deitar com a Luz sabendo que é o guardião-mor, Deus sabe o que pode acontecer com ela”. “O que aconteceu com a mulher que dormiu com você?”, perguntará Gabriel. “Não sei! Quando acordei, não estava mais em lugar nenhum. Como se nunca tivesse existido”.

“Mas existiu! Vocês passaram uma noite juntos! Não pensou em ir atrás dela, descobrir quem era, onde vivia… Pelo menos achar uma pista!”. “Mesmo que quisesse, não podia fazer isso por uma razão muito simples: quando acordei já não lembrava nem como era o rosto dela”. “Está sentindo alguma coisa?”, questionará o protagonista ao ver o Encapuzado tremer.

“O mesmo que você costuma sentir quando tenta se afastar de Serro Azul. Você está preso a esta cidade… E eu à minha aparência de gato. Se não voltar logo a ela posso até morrer. Mas o que importa pra mim agora é que aceite sua missão… E que não faça nada pra destruir sua vida e a de Luz”.

“Você quer dizer: o León parece tão ligado na Luz… No dia em que me enterraram vivo foi ele quem levou ela até minha cova. Por que essa ligação entre os dois?”. “Acho que é porque… Quando ela olha para o León… Parece ver outra coisa por baixo daquela pele de gato”. “Uma pessoa?”. “Um ser humano. Como eu devia ter sido até o fim dos meus dias… Se não tivesse errado”, concluirá o Encapuzado.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio