O Outro Lado do Paraíso: Lívia faz piada com a irmã e dispara: “Ela não tem cara de Branca de Neve pra montar a casa dos sete anões”

Publicado há 3 anos
Por Neuber Fischer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Estela (Juliana Caldas) segue enfrentando dificuldades na casa da mãe Sophia (Marieta Severo), em O Outro Lado do Paraíso. A jovem que desde que chegou da Europa ainda não havia feito uma refeição em família, vai almoçar com a mãe e a irmã, mas sem cadeira e mesa adaptadas ao seu tamanho, ela volta a sofrer, discriminação, desta vez da irmã Lívia (Grazi Massafera).

“Botei a mesa pra três! Hoje você não come de bandeja no quarto. Vai almoçar com sua mãe”, diz a empregada Rosalinda (Vera Mancini). “Mas não alcanço a mesa. Aqui não tem cadeira pra mim. Vou ter que comer na ponta dos pés?”, indaga Estela.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Rosalinda tenta animar a jovem a descer e almoçar em família: “Sua mãe é sofisticada, deve tá escolhendo uma cadeira chique pra você. Mas dei um jeito. Vem!”

Veja também: O Outro Lado do Paraíso: Samuel procura médico após não conseguir transar com Suzy

Sophia não sabia da ideia de Estela sentar à mesa e questiona: “Três pratos?”. Estela entra na sala e avisa: “Eu vou almoçar com vocês”.

Lívia então começa a desdenhar da irmã: “Estela, você não alcança a mesa. Como ela faz, mãe? Se pendura?”. Sophia tenta amenizar: “Lívia, não seja cruel com sua irmã”.

“Eu providenciei um banquinho. Vem, Estela”, diz Rosalinda. Estela senta, mas se mostra descontente com a situação: “Sinceramente, mãe, você devia ter providenciado cadeiras, poltronas adequadas pro meu tamanho”.

Lívia faz piada da exigência da irmã: “Ela não tem cara de Branca de Neve pra montar a casa dos sete anões”. Estela responde: “Lívia. Assim me magoa”.

Depois do almoço, Estela conversa com Rosalinda, que tenta confortar a pequena: “Sua mãe tá com outras preocupações, querida. Mas ela gosta de você”.

Veja também: Juliana Caldas e Marieta Severo choram com cena forte de O Outro Lado do Paraíso

Mas Estela se magoou mesmo com as palavras de Lívia: “minha irmã falou em Branca de Neve. Você sabe que todo anão odeia a história da Branca de Neve”.

“Por quê?”, questiona a empregada. “Por que a Branca de Neve casou com um príncipe e não com um dos anões!”… “No fundo, na história da Branca de Neve, os anões não têm chance. Se fosse uma boa história, ela casava com um dos anões”.

Visivelmente chateada, Estela desabafa: “Eu sei o que sou. Anã. Eu não pertenço ao mundo das pessoas de estatura normal. Mas o que é normal? Se todo mundo fosse anão, pessoas como minha mãe seriam o quê? Gigantes? Exceções? Eu não tenho lugar nesse mundo”.

E recebe o carinho de Rosalinda: “No meu coração você tem um palácio, querida”. Estela agrade mas continua o desabafo: “Eu só tenho você, que me criou. Notou que mamãe parece gentil, mas só fala em me mandar pra Suíça? É fria quando fala comigo. Desvia os olhos, como se não gostasse de me ver. Ah, Rosalinda, nem sei o que seria de mim sem teu amor”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio