Nova versão da novela Rubi terá tom documental; entenda

Publicado há um ano
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A nova versão de Rubi promete boas surpresas ao público – tanto o que acompanhou a novela original de 2004 como os que ainda não conhecem a história da ‘descarada’. De acordo com informações da revista People en Español, a trama será contada dessa vez com um leve tom de documentário biográfico.

Explica-se: o ponto de partida do enredo será a chegada de uma jornalista, de nome Camila, a uma luxuosa mansão, a fim de entrevistar um senhora de idade avançada e muito dinheiro, chamada Rubi, que vive há anos em total isolamento. Durante a conversa com a repórter, a protagonista recordará sua juventude e narrará como usou sua beleza e passou por cima de todos a seu redor para subir na vida.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Este remake, que transformará a saga de Rubi em uma série de 25 episódios, deverá ter um forte pano de fundo político, com a protagonista-vilã seduzindo um importante governador em busca de status. Algo semelhante está sendo feito com a atualização de A Usurpadora, com Paola (Gabriela Spanic) e Carlos Daniel Bracho (Fernando Colunga) transformados em primeira dama e presidente do México.

O elenco desta nova Rubi ainda está sendo definido. Por enquanto, o que se sabe é que a atriz Camila Sodi, sobrinha da diva Thalía, é o nome mais cotado para viver a personagem principal. Já o roteiro levará a assinatura do venezuelano Leonardo Padrón, que recentemente escreveu para a Televisa o sucesso Amar a Muerte.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais