No Conversa com Bial, Cláudio Manoel revela como superou morte de Bussunda

O "casseta" revelou o conselho de Galvão Bueno em meio ao luto

Publicado em 3/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O “casseta” Cláudio Manoel, um dos integrantes do clássico Casseta & Planeta, Urgente!, foi um dos entrevistados do Conversa com Bial exibido na madrugada deste sábado (3). O humorista falou sobre Meu Amigo Bussunda, documentário que assina para o Globoplay.

Durante a entrevista com Pedro Bial, Cláudio Manoel relembrou o terrível dia da morte de Bussunda. “É um mar de ressaca, você tem que nadar, se você não nadar, você morre afogado”, disse, sobre o processo do luto.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O humorista contou que um conselho de Galvão Bueno deu força ao grupo, que perdeu sua principal estrela em 2006. “Ele [Galvão] chegou (…) falando assim: ‘Olha, quando o Ayrton Senna se foi, as pessoas não sabiam dessa amizade. Eu fiquei muito mal e eu vou dizer um negócio pra vocês: vocês só saem dessa trabalhando. Porque senão o dia fica enorme’”, revelou.

Cláudio concluiu que o conselho do narrador foi certeiro. “O trabalho não é só um motivador para seguir adiante, como também é uma certa forma de homenagear”, finalizou o humorista, que participou do Conversa com Bial ao lado de Sérgio Besserman, irmão de Bussunda, e Júlia Besserman, filha de Bussunda.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio