Caso de Polícia

Ministro da Justiça de Lula diz que BBB adota modelo que estimula postura de importunação sexual

Flávio elogiou a decisão da TV Globo de expulsar MC Guimê e Sapato por passarem do ponto com Dania Mendez

Publicado em 18/03/2023

Ministro da Justiça de LulaFlávio Dino, comentou o caso de importunação sexual que ocorreu no BBB 23, na última quinta-feira (16), elogiou o posicionamento da TV Globo e defendeu a revisão do modelo de programas como o Big Brother Brasil.

“Havia uma banalização destes atos que eram vistos como normais, e não são. Elogio, nesse aspecto, a direção do programa. É preciso rever o próprio modelo desses programas, que acabam estimulando esse tipo de postura até para, quem sabe, ampliar audiências. No caso das autoridades, é aplicar a lei”, disse o advogado em entrevista ao UOL.

Dino comentou ainda que existem raízes semelhantes nos crimes de importunação sexual e assédio e aproveitou para promover as medidas que o atual Governo pretende implementar para combatê-los.

“A base ideológica e valorativa de quem pratica importunação sexual e de quem mata uma mulher é a mesma, que é a desumanização da mulher. É como se ela fosse uma coisa, um objeto. Estamos tratando de um conjunto de crimes. O presidente Lula autorizou investimentos de R$ 400 milhões do Ministério da Justiça para o combate ao feminicídio”, finalizou o ministro.

Importunação no BBB 23

O cantor MC Guimê e o lutador Antonio Cara de Saparto foram expulsos do BBB 23 na última quinta-feira (16) após importunarem sexualmente a influenciadora digital Dania Mendez, A mexicana visitou o Brasil participando do intercâmbio entre La Casa de Los Famosos e o Big Brother Brasil.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade