rio de janeiro

Ministério Público pede prisão preventiva do ator José Dumont

Artista é investigado por pedofilia

Publicado em 05/11/2022

O Ministério Público do Rio de Janeiro entrou com um novo pedido de prisão preventiva para o ator José Dumont. A promotora Janaína Marque Corrêa Melo, da 1ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal Territorial da Área Botafogo e Copacabana, ofereceu denúncia contra ele pelo crime de estupro de vulnerável.

O artista foi preso em flagrante em setembro deste ano com vídeos de pornografia infantojuvenil em sua residência e foi solto no dia 12 de outubro. Atualmente, ele é monitorado por tornozeleira eletrônica.

Agora, o Ministério Público reforça o pedido de prisão preventiva do ator feito pelo delegado Marcelo Maia, titular da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV). A justificativa é que a liberdade de José Dumont significa um risco para crianças e adolescentes, já que no relatório final do inquérito da Polícia Civil há evidências sobre o abuso sexual de um garoto de 12 anos.

O veterano de 72 anos está sendo investigado desde que câmeras de vigilância captaram imagens dele com o fã de 12 anos. Na oportunidade, ele teria oferecido ajuda financeira para o menor de idade e iniciado uma troca de beijos e carícias. A defesa alega que o material seria objeto de estudos. Após a prisão, José Dumont foi demitido da Globo e perdeu seu papel em Todas As Flores.

Com informações do portal O Globo.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade