Jornalista leva bronca por causa de termo usado em matéria do Globo Repórter e se desculpa

Publicado há 3 anos
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta sexta-feira (8), foi ao ar a edição do Globo Repórter que teve a Rússia como tema, país que sediará neste ano a Copa do Mundo. Durante uma das matérias, o repórter Marcelo Courrege usou o termo “homossexualismo” e foi criticado na web.

Repórter da Globo News é atingido por pedras durante entrada ao vivo; entidades repudiam

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Após a repercussão, o profissional resolveu se retratar neste sábado (9) pelo Twitter. “Amigos, obrigado pelas mensagen de parabéns e também pelos puxões de orelha que recebi aqui por causa do Globo Repórter”, escreveu o profissional.

“Me reconheci lésbica numa época em que ser homossexual não tinha nenhum glamour”, revela Nadia Bochi, repórter do Mais Você

“Não sabia que o sufixo ‘ismo’ estava condenado pelos grupos LGBTQ… Me desculpem! Homossexualidade. Lição aprendida”, concluiu Courrege. Vale lembrar que o país aprovou uma lei em 2013 que proíbe manifestações sobre a diversidade sexual, o que ficou conhecido como ‘propaganda gay’.

Homem faz gesto obsceno durante link da Globo e leva bronca de repórter

Veja:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio