Implacável, Fernandinho Beira-Mar admite lista de crimes em entrevista ao Conexão Repórter

Publicado há 9 meses
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em mais uma reportagem da série Conexão Repórter – 10 Anos, o programa desta segunda-feira (9) apresenta uma entrevista exclusiva de Roberto Cabrini com Fernandinho Beira-Mar.

Preso próximo à floresta, onde foi descoberto em seus dias
com a guerrilha, o “Senhor do Tráfico” concede uma de suas mais longas
entrevistas. Nasceu Luís Fernando da Costa, um nome emblemático, temido e
respeitado no mundo do crime.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Audacioso, implacável, cerebral e, por vezes, cruel, ele se
diz avesso à hipocrisia e se descreve como alguém que paga pelo que fez. O
entrevistado admite uma lista de crimes que incluem execuções sumárias,
afirmando que também paga pelo que não fez.

O jornalístico traça sua trajetória da baixada fluminense para o poder nos morros cariocas e, dali, para as alianças com guerrilhas na América Latina, que fizeram Fernandinho dominar o tráfico do Rio de Janeiro, chegando a comercializar 70% das drogas em território brasileiro.

O telespectador também vai ver a resposta do Estado a um detento que sempre desafiou o sistema, comandando
rebeliões, empreendendo fugas e comandando o tráfico mesmo atrás das grades.
Cabrini revela sua lógica, seus medos e conflitos, mostrando quem é Beira-Mar
de fato, como funciona sua mente e qual sua verdadeira história.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais