Globo adia supersérie “Selvagem da Ópera” e põe trama menor no lugar

Publicado há 2 anos
Por Clara Ribeiro
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Já estava tudo certo para a equipe de “Selvagem da Ópera”, liderada por ninguém menos que Denise Saraceni, iniciar os trabalhos. Afinal, já tinha sido acordado que a produção estrearia em abril de 2019.

Contudo, supersérie escrita por Maria Adelaide Amaral foi adiada pelo setor de dramaturgia da Globo. A informação foi divulgada pela colunista do jornal O Globo, Patrícia Kogut.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A notícia pegou a todos de surpresa, uma vez que já havia atores escalados, como Alexandre Borges, por exemplo. Além disso, a autora já tinha entregue alguns capítulos à direção da emissora.

Uma das hipóteses para a trama ter sofrido essa alteração é que ela exige um investimento monumental. No entanto, nenhuma razão foi confirmada pela empresa.

Leia mais: Depois de A Lei do Amor, Maria Adelaide Amaral prepara grande projeto para a Globo

Produção adiada contará história de Carlos Gomes

“Selvagem da Ópera”, que narra a trajetória do célebre maestro Carlos Gomes (1836-1896), teria ao todo 57 capítulos e marcaria a presença de Maria Adelaide Amaral na faixa das 23h, que tem sido cada vez mais vislumbrada pelos escritores da emissora.

Lembrando que essa não é a primeira atração inspirada na vida e obra de Carlos Gomes. No ano de 1999 ele teve parte de sua história retratada na série Chiquinha Gonzaga, na qual foi interpretado pelo ator Paulo Betti.

Leia mais: Maria Adelaide Amaral revela não querer mais escrever novelas das 21h: Quero ser feliz

Selvagem da Ópera dá lugar à série Irmãos de Sangue

Logo após confirmar a saída de Selvagem da Ópera da fila para o primeiro semestre de 2019, ainda segundo Kogut, o canal divulgou a inclusão da série “Irmãos de Sangue” no lugar.

Essa produção, que por sua vez estava na gaveta, tem a autoria de Euclydes Marinho. Ela é bem mais compacta do que a supersérie de Maria Adelaide Amaral. Ela possui apenas 20 episódios.

Antes de estar prevista entre os próximos projetos a estrear, foi anunciado que a produção de Marinho se chamaria “Sem Limite”. Outra curiosidade é que, originalmente, ela seria veiculada antes de Selvagem da Ópera, que acabou sendo colocada à frente. Ao que parece, os planos não deram certo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio