Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
DURA REALIDADE

Filme sobre jovens de abrigos inspirou autora de Um Lugar ao Sol, nova novela das 9: “Serão seus sonhos realizáveis?”

Diferenças sociais são explicitadas na trama de Lícia Manzo

Publicado em 28/10/2021
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

O documentário Meus 18 anos, produzido pela GloboNews, foi a motivação inicial para Lícia Manzo escrever Um Lugar ao Sol, a próxima novela das nove da Globo. A escritora ficou impactada com o depoimento de jovens que, ao completarem a maioridade, tiveram de deixar o abrigo para menores onde foram criados.

Um dos depoimentos que compõem o documentário e que emocionou a autora foi o de Christofer Francis. “Todo mundo tem sonho. A coisa que o ser humano sabe bem é sonhar. Tem sonhos que você fala: ‘Eu vou batalhar o máximo pra conseguir’. E tem aqueles que você deixa meio que no bolso, que você gostaria de levar adiante, mas não dá’“, disse o rapaz.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Coincidência ou não, Christofer é o nome dado a um dos protagonistas de Um Lugar ao Sol. Interpretado por Cauã Reymond, o rapaz tem um irmão gêmeo, de quem foi separado ainda na infância. Ele foi morar em um abrigo, tal qual o dos jovens retratados no documentário da Globonews. Seu irmão, Christian, teve sorte, foi adotado por uma família rica e até ganhou outro nome, Renato.

Lícia explica como o filme deu o ‘start’ que precisava para escrever o roteiro, que começa a ser contado a partir do dia 8 de novembro. “Ao perceber na maioria daqueles jovens a esperança preservada de estudar e ter um futuro, uma pergunta me veio de imediato: no Brasil de hoje, com apenas 14% dos adultos com curso superior, cerca de 13 milhões de desempregados, e um quarto da população vivendo em situação de pobreza – serão seus sonhos realizáveis?”, reflete a escritora.

A saga do menino de abrigo na trama

No início da trama, aos 18 anos, Christian acaba de deixar o abrigo para menores onde foi criado e se vê sozinho no mundo. Subempregado e sem perspectivas, viverá um dilema ético e moral quando a vida lhe apresentar a seguinte equação: livrar-se do que o oprime tomando para si o lugar e a identidade de outra pessoa.

‘Se fosse possível trocar sua vida, carente e desvalida, pela de outra pessoa, rica e privilegiada – o que você faria? Se para você as portas estivessem todas fechadas e subitamente uma se abrisse, sob a única condição de deixar sua identidade para trás – você iria adiante?’

Texto de Um Lugar ao Sol, Lícia Manzo

Além da trajetória dos irmãos precocemente separados, Um Lugar ao Sol aborda temas contemporâneos diversos, destacando as relações humanas em torno deles, que de certa forma é uma marca de Lícia Manzo, também autora de A Vida da Gente, um sucesso de audiência.

Entre os assuntos abordados na trama estão gordofobia, preconceito social e racial, abuso emocional, os dilemas da mulher moderna após os 50 anos, gravidez na adolescência, liderança feminina, entre outros.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....