Em entrevista inédita, Domingos Montagner disse que fazia planos de interpretar um vilão

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Domingos Montagner concedeu uma entrevista ao jornal Extra antes de falecer, na semana passada, após se afogar no Rio São Francisco.

À publicação, o ator falou sobre ter deixado A Lei do Amor e dos planos de interpretar um vilão. “Ia fazer um vilão em ‘Sagrada família’ (atual ‘A lei do amor’). Só que houve um remanejamento, e eu achei interessante a proposta, me entusiasmei com ‘Velho Chico’. Mas ainda quero fazer um malvado, seria muito bom”, disse ele.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O profissional também tratou a respeito do assédio, já que era considerado galã na Globo: “A princípio eu era meio arredio, assustado. Mas aprendi que não posso mudar meus hábitos, me privar de ir a mercado, farmácia, padaria, banco. Prefiro o contato a me isolar e criar uma atmosfera de deslumbre danosa. Mas sou resguardado com relação a minha vida particular, não gosto de me colocar em evidência. As pessoas têm que conhecer o Domingos ator, isso é suficiente”.

Apesar do rótulo, Domingos afirmou que é a antítese do galã. “Eu me cuido bastante fisicamente. Gosto de me manter ativo, o corpo funcionando, pronto para correr, pular, andar a cavalo. Cremes, ainda não uso. Já os anéis são uma mania desde garotinho, tenho uma coisa meio cigana. Por enquanto, gosto do que vejo no espelho, mas a idade chega pra todo mundo. Quero fazer sempre papéis que não tenham a ver com beleza. Eu sou um palhaço, ora!”, explicou.

Lucas Veloso sobre Domingos Montagner: “Vivia como se cada minuto fosse o último”

Domingos Montagner tratou por fim a respeito de Santo, seu personagem em Velho Chico. “Santo é ativo, forte, de luz. Ele toma as rédeas, toca a vida com propriedade, é ponta de lança. São muitas as relações: com Tereza, com Luzia, com a mãe, com o irmão, com os filhos; a devoção que ficou pelo pai. Como esse personagem é capaz de sobreviver a situações tão impactantes? Esse é um prato cheio para atores ‘esquizofrênicos’, como eu”, completou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio