Dória detona Jair Bolsonaro em canal internacional: “Ele é um cara louco”

O governador de São Paulo falou com a BBC News

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Enquanto o coronavírus avança pelo país, uma “guerra” foi iniciada pelo governador de São Paulo, João Dória (PSDB) e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Depois de uma entrevista do primeiro ao canal internacional de notícias BBC World News, mais uma polêmica surgiu.

Em conversa (em inglês) com o apresentador Lewis Vaughan Jones, Dória chamou Bolsonaro de louco. “Ele é um cara louco. Hoje mais cedo, Bolsonaro atacou governadores e prefeitos que foram comprar vacinas e ajudar o país a acabar com essa pandemia. Ele disse que temos de ser fortes, que deveríamos parar de chorar e enfrentar o problema. Como podemos enfrentar o problema vendo pessoas morrerem todos os dias?”, disse ele.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Logo depois, Dória ainda falou sobre o sistema de saúde brasileiro, que está à beira de um colapso. “O negacionismo do presidente Jair Bolsonaro contribui para isso”, afirmou o governador, que permaneceu a entrevista inteira de máscara e com a palavra WeNeedVaccines (NósPrecisamosDeVacinas).

“Faltam vacinas, seringas e leitos de UTI. Não há coordenação nacional para combater a pandemia no Brasil. O sr. Bolsonaro continua enfraquecendo os protocolos de saúde, tornando mais difícil acabar com essa pandemia. Na verdade, só está piorando”, disse Dória que avisou que o país enfrenta o ‘coronavírus’ e o ‘Bolsonarovírus’.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio