Dira Paes será mãe de ex-astros mirins problemáticos em Verão 90: “Mulher do século XX em transformação”

Publicado há 2 anos
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A atriz Dira Paes segue em ritmo intenso de gravações da próxima novela das 7, Verão 90. Na história ela será Janaína, mãe de dois ex-astros mirins decadentes, João (Rafael Vitti) e Jerônimo (Jesuíta Barbosa), que também serão rivais e disputarão o amor de Manuzita (Isabelle Drummond). Em entrevista ao Observatório da Televisão, Dira Paes revelou mais detalhes sobre a personagem, relação com filhos na trama, politicamente correto e muito mais. Confira:

Veja também: “Inadequada, louca, quase uma vilã. Uma personagem que vai de A a Z”, define Claudia Raia sobre personagem em Verão 90

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Como você avalia a postura do Jerônimo na história?

É um caminho muito difícil. Tudo dá a entender que é muito da índole dele. Desde criança ele demonstra que  tem vontade de vencer e de ser reconhecido publicamente. Ele parece ser muito ambicioso pra uma criança de 10 anos.

Ele tem inveja do irmão?

Também tem. É um caminho que ela percebe que ele é um filho que depende dela para resgatar a própria vida dele, o caminho mais certo, honesto digamos assim. Ela tem um casamento com o pai dos meninos, só que ela acha e diz que nunca se apaixonou.

“Uma mulher da superação, não tem tempo ruim com ela”

Ela é amarga com a vida por conta dessas questões?

Não, pelo contrário. Ela é uma mulher da superação, não tem tempo ruim com ela. Ela tem uma irmã, que é  Claudia Ohana que faz, ela é uma mulher que transforma a água em vinho, ela faz uns milagres no sentido de conseguir dar um jeito nos problemas.

Ela reflete a mulher de hoje?

Ela é um retrato dessa mulher contemporânea que a gente vê hoje no século XXI. Ela é uma mulher do século XX em transformação. E isso sem perceber, pois ela não tem esse discurso pronto.  A vida dela faz com que ela não tenha tempo para dúvidas. Ela é uma personagem, uma mulher de certezas.

Você acha que ela se culpa por conta dessa coisa de inveja do filho mais velho. Ela liga de alguma forma a criação das crianças?

Ela se sente muito culpada por isso. Ela deu o nome à eles em homenagem aos personagens tão lindos da novela Irmãos Coragem. João e Jerônimo, e eles eram tão bonitos juntos. E ai ela não tem isso com os filhos. E ela se sente um pouco fracassada por conta disso, como mãe. Ela acha que fez alguma coisa errada. Eu acho que não, eu acho que é da índole do próprio filho.

Janaína é uma personagem escrita especialmente para a atriz Dira Paes

A novela teve que ser adiada. Você já estava na novela antes ou entrou depois?

Sim, já estava. As autoras falaram que escreveram pensando em mim. Pra mim é um honra quando estabelecem você como inspiração. Eu estava desde o início. Ela foi adiada por estratégia de lançamento. Tem tudo a ver ela ser lançada em pleno verão. Ela seria lançada em julho e eu acho que a Globo entendeu aquilo e pra gente foi muito melhor. Vamos ter o destaque que colabora com tudo o que a novela é, que é o próprio verão.

O politicamente correto acarreta muitas criticas. Você acha que isso pode acontecer com Verão 90?

Eu acho que nós temos que aprender o novo normal. Nós fazemos parte do século XXI. E o politicamente correto ele está sendo usado porque nós também cometemos excessos politicamente incorretos. Então eu acho que é necessário a gente falar e aprender o novo normal, que exclui racismo, preconceito e todas as fobias sociais.

Eu acho que temos que falar sim. Esse politicamente correto dos anos 90, é que realmente a gente teve que reaprender, por exemplo. Tem cena que eu estou puxando a orelha dos meus filhos. Eu não puco a orelha dos meus filhos. E eu era boazinha, mas meu irmão recebeu muitos puxões de orelha. São pequenas coisas que se tornam grande significados, então temos que dosar como a gente presenta isso ao público.

“Muitos assessórios dos anos 90 voltarão à moda”

É muito bom perceber também que era legal fazer essas irreverencias, tinha uma irreverencia descompromissada com o outro, porque hoje em dia agente vive muito a época da imagem. Naquela época eram outros sentimentos polvorosos que você demonstrava conversando e hoje se resume muito na imagem. Acho que essa nostalgia que a novela regatar do sentimento, do sentimento da praia, da música, que, mesmo quem ainda não nasceu ainda está neste DNA, porque a gente acabou de sair do século XX, estamos apenas começando o século XXI.

Qual vai ser a sua música na novela?

É uma música do Roberto Carlos na voz da Maria Bethânia, ‘As Canções Que Você Fez Pra Mim’.

O novo visual foi especialmente para a novela?

Sim, coloquei alongamento, mas meu cabelo já estava bem grande. A Janaína vem de Saquarema, Cabo Frio. A gente é de Armação do Sul, uma cidade fictícia de Santa Catarina. Ela terá uma terceira fase na novela, que ela tem uma mudança de olhar o filho, e vê que ela realmente é capaz de fazer coisas indizíveis. Cai uma verdade sobre ela e acontece um novo momento.

Quando você começou a gravar a novela. Você acha que alguns assessórios podem voltar à moda?

Fomos o primeiro núcleo que começou a gravar, no dia 24 de setembro. Meu começo de novela é muito praiano, são aquelas roupas bem praieiras mesmo, misturadas com jeans, e que faz um contraponto com o personagem da Claudia Raia, que é todo dos anos 80. Eu sou da praia, da paz. Muitos assessórios vão voltar. Acho que a ombreira voltam, os neons, as calças com scarpin.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio