Cortes revoltam público da novela A Que Não Podia Amar

Publicado há 2 anos
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os fãs da novela mexicana A Que Não Podia Amar andam um bocado revoltados com o SBT. Diversos espectadores do folhetim protagonizado por Ana Brenda Contreras vêm notando o corte de diversas cenas em meio aos capítulos exibidos pela emissora. O fato estaria prejudicando, inclusive, o bom entendimento da história.

“Que decepção, só estamos no primeiro capítulo e o SBT já está estragando a novela com tantos cortes”, comentou no Twitter um internauta, logo após a estreia da obra, na última segunda (8). “Se for pra cortar toda a novela era melhor nem passar, né?”, concordou um segundo, na mesma ocasião.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De olho nas queixas dos fãs, o Observatório da Televisão resolveu comparar a edição original de A Que Não Podia Amar com a exibida pelo SBT. A conclusão é que, de fato, as reclamações têm razão de ser. Apenas no primeiro capítulo, três cenas importantes foram completamente extirpadas.

Uma delas foi a sequência em que Rosaura (Ana Bertha Espín), tia da protagonista Ana Paula (Ana Brenda Contreras), ajuda o dono do imóvel onde vivem, Máximo (Javier Ruán), numa tentativa de estupro contra sua sobrinha. Isso em troca de ele perdoar os aluguéis atrasados por sua família. Com isso, muita gente ficou sem entender que havia um acordo comercial por trás da violência que o vilão tentou praticar.

As sequências em que Miguel (Osvaldo Benavides) é baleado ao praticar um assalto e a agressão cometida por Rogério (Jorge Salinas) contra dois empregados, usando um chicote, tampouco foram ao ar.

Procurada, a assessoria de imprensa do SBT confirmou os cortes. Segundo a emissora, eles são feitos por uma questão de “adequação ao tempo da novela na grade”. Então tá…

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio