Convidado do #Provoca, historiador Marco Antonio Villa critica Bolsonaro

Em entrevista a Marcelo Tas, escritor diz que presidente é "criminoso"

Publicado há 21 dias
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta terça-feira (03), a partir das 22h15, na TV Cultura, Marcelo Tas entrevista o historiador, escritor e comentarista Marco Antonio Villa no #Provoca. Ele fala sobre a cultura política do Brasil, Eleições 2020, governo de Jair Bolsonaro, polarização, pandemia, racismo e outros assuntos.

Sobre o presidente, Villa diz: “[…] sem exagero, o Bolsonaro tem as mãos sujas de sangue. Já morreram 157 mil brasileiros pelos quais ele é responsável”, declara, diante do apresentador Marcelo Tas.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

E continua: “ele é um homem de 500 palavras conspirando contra a ciência. […] Ele tinha conhecimento do que ocorreu e não fez nada. Desestimulou as ações, atacou prefeitos e governadores. Portanto, os 157 mil óbitos são de responsabilidade dele. Ele é um criminoso”.

Ainda no programa, o comentarista político ainda diz que é preciso ter ideias na polarização, que polarizar na base do xingamento não é efetivo. “Você precisa politizar a polarização”, completa Villa.

Sobre as eleições, ele comenta que falta liderança política e projetos nacionais; para os eleitores, Villa diz que é preciso pensar bem, pois “ninguém sabe para onde vai o Brasil”.

O #Provoca vai ao ar nesta terça-feira (03), às 22h15, na TV Cultura e no canal do YouTube do programa.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais