CNN Brasil perde âncora Cris Dias na cobertura hard news

Âncora agradece a oportunidade à emissora

Publicado há um mês
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A CNN Brasil informou, na tarde desta sexta-feira (28), que a jornalista Cris Dias não decidiu deixar a emissora. Ela foi contratada para ser âncora de esportes e, então, apresentar as notícias mais importantes. No entanto, de acordo com a assessoria, ela deixa de fazer parta do hard news.

O Observatório da Televisão perguntou à CNN Brasil qual será o destino da jornalista na emissora de notícias em tempo real, com alguns programas soft news. Mas a rede da Avenida Paulista ainda não teria nada oficial sobre os próximos passos da apresentadora.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Vale lembrar que ela foi contratada em 2019 para liderar a cobertura de esportes do novo canal de jornalismo. Foi anunciada com entusiasmo. Na ocasião, a emissora focou no reencontro dela com âncora William Waack, que também assinou com emissora.

No passado, quando ambos trabalhavam na Globo, eles trocaram farpas no ar e gerou uma especulação sobre não se suportarem. Desfeito o mal-entendido e a CNN Brasil no ar, Cris Dias não ganhou jornal, mas passou a dar as notícias de esporte em alguns telejornais, como o Jornal da CNN.

No entanto, o início da quarentena e a explosão da pandemia do novo coronavírus no Brasil, paralisou as competições esportivas. Com isso, a CNN Brasil não soube aproveitar Cris Dias na sua programação e lhe deu férias. Com a volta dos campeonatos europeus, ela voltou a aparecer na programação.

Cris Dias com William Waack, no Jornal da CNN (Reprodução)

E mais!

No Live CNN Brasil, por exemplo, as entradas eram sempre feitas de casa, via internet. As notícias eram dadas de forma descontraída, mas não necessariamente precisaria de uma âncora de esportes para a função, que era, basicamente, narrar os gols. Cris lideraria também a cobertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Em uma postagem no Instagram, ela atribuiu a sua saída da aérea de hard news CNN Brasil a um momento pessoal que vive, de buscar seu próprio propósito. “Gostaria de agradecer imensamente à CNN Brasil por compreender essa necessidade pungente de transformar a minha logística de produção, pra que de alguma forma possamos reafirmar nossa parceria. Por ora, tenho um compromisso com o meu propósito. E ele passa longe do hard news”, explicou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais