CNN Brasil monta grupo para preservar a independência editorial de seu jornalismo

Publicado há 9 meses
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A CNN Brasil anuncia a formação de um Conselho Editorial, que será autônomo e responsável por todo conteúdo da programação do novo veículo de notícias, com estreia definida para março de 2020. A criação do órgão tem o objetivo de reafirmar o compromisso da CNN Brasil com a sua independência editorial, em consonância com os princípios empresariais das maiores referências em jornalismo de credibilidade no mundo.

O Conselho
Editorial será composto por oito membros, sendo sete jornalistas e um advogado
com especialização na área de mídia e comunicação. O grupo de jornalistas
executivos possui reconhecida experiência no setor de comunicação, cujos
currículos foram apreciados e avalizados pela CNN Internacional (CNNI).

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Entre os oito membros, seis cargos serão permanentes: o CEO, Douglas Tavolaro, que também é sócio da empresa; a Consultora-executiva da CNNI, Shasta Darlington; o Vice-presidente de Jornalismo, Leandro Cipoloni; o Vice-presidente de Conteúdo, Américo Martins; o Vice-presidente de Programação e Multiplataforma, Virgilio Abranches; e o Diretor Jurídico, Marco Aurélio Cordeiro. As outras duas posições do Conselho Editorial serão ocupadas em regime de alternância entre os cinco diretores de Jornalismo: André Ramos, Ellen Nogueira, Fabiano Falsi, Givanildo Menezes e Henri Karam.

Bom jornalismo

A CNN
Brasil reforça assim, mais uma vez, o seu compromisso com um projeto de mídia
pautado exclusivamente pela prática do bom jornalismo. Estamos alinhados com a
CNN Internacional e o nosso objetivo é levar ao ar um conteúdo de qualidade e
pautado pela independência editorial
”, revela Douglas Tavolaro, CEO e sócio
da CNN Brasil.

Observando
as diretrizes do contrato de licenciamento firmado com a CNN International, a
totalidade dos acionistas da CNN Brasil aprovou formalmente, por meio de
assembleia geral extraordinária, a criação do Conselho Editorial, que gozará de
total e irrestrita independência editorial em relação ao Conselho de
Administração.

A criação do Conselho Editorial foi ainda comunicada oficialmente à Presidência de Jornalismo e Esportes da WarnerMedia. O grupo será presidido pelo CEO e se reunirá semanalmente e em convocações extraordinárias. Caberá ao Conselho responder pelo conteúdo veiculado em todas as plataformas, definir a política e os parâmetros editoriais e zelar pelo News Standards & Practices Policy Guide da CNN.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais