Arthur relembra das dificuldades que teve antes do BBB 21: “Eu nunca tive papai com costas quentes”

Crossfiteiro comenta que já passou por muita coisa e não teve ajuda de ninguém

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Após o desabafo com Caio e Rodolffo sobre Fiuk, o Líder da semana do BBB 21, Arthur, começou a falar de coisas que estão incomodando na casa e incluiu até o fato de algumas pessoas ainda insistirem em seu relacionamento com Carla Diaz. Para ele, quando ela foi eliminada, as coisas já estavam claras, mas alguns brothers ainda “Ficam pressionando na p*rra dessa tecla”, diz Arthur.

Ele ainda comentou que não vai se vitimizar por isso, afinal, passou por muita coisa na vida, principalmente quando saiu de casa aos 14 anos para viver sozinho. “Eu não vou ficar pressionando na p*rra da tecla. Ficar me vitimizando, eu nunca fiz isso. Se eu for pro paredão e voltar, eu vou ficar muito mais forte. Já passei por tanta coisa na vida, 27 mil reais é quase dois anos de trabalho meu, pegando das 06h às 21h30, para eu fazer 27 mil reais em dois anos”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Pra mim, se querer vier pra tretar comigo, vem. Já tô acostumado a me f*der aqui no Rio. Eu nunca tive papai com costas quentes pra botar dinheiro na mesma não! Não sei nem se eu tenho casa ainda aqui no Rio. Pra cima de mim não!”, diz Arthur nervoso, que continua o desabafo.

“Nunca tive a p*rra de uma moto ou de um carro, quando eu comprei meu pai me bateu porque era pra pagar a faculdade. Nunca tive nada fácil, a primeira cerveja eu paguei com meu dinheiro porque meu pai falou que nunca iria me dar uma”, finalizou em prantos, enquanto era consolado por Caio e Rodolffo.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece na casa mais vigiada do Brasil? Então acompanhe a cobertura completa do BBB 21 no Observatório da TV!

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio