Alice Wegmann fala sobre a vilã que interpreta em Órfãos da Terra: “É mau-caráter, autoritária, fria e calculista”

Publicado há 2 anos
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Após ter feito a Maria de Onde Nascem os Fortes (2018), Alice Wegmann foi escalada para Órfãos da Terra, trama das 18h de Duca Rachid e Thelma Guedes que substituirá Espelho da Vida a partir do dia 2 de abril.

Na produção, a estrela será Dalila, filha do sheik Aziz (Herson Capri). “É uma vilã intensa. É mau-caráter, autoritária, fria e calculista, como o pai. Mas não apenas isso: ela tem um lado humano que faz com que nos aproximemos em alguma medida”, analisou a famosa à colunista Patrícia Kogut.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também: Recém-saída de O Tempo Não Para, Carol Castro terá papel de destaque em Órfãos da Terra

“Na maior parte das vezes, o público não vai se identificar com as atitudes da personagem, pois é uma pessoa realmente má. Mas sua humanidade fica evidente em certos momentos, por causa da paixão pelo Jamil (Renato Góes) e da relação com os pais”, seguiu a artista.

Leia também: Órfãos da Terra: Conheça os capangas que irão disputar pela lealdade do poderoso sheik Aziz

Laila (Julia Dalavia), a protagonista da história que é da Síria,
fugirá para o Brasil para não ter que participar de um casamento arranjado. A mocinha
e Jamil logo ficarão apaixonados, mas Dalila fará de tudo para separá-los.

“Dalila tem uma cabeça mais aberta. O que ela pensa sobre religião e
cultura vai de encontro ao que o pai acredita. A personagem só recorre às
regras sociais para os outros. Acha que, para si mesma, elas não valem”,
analisou Alice, que ainda elogiou as autoras da novela.

“Thelma e Duca são mulheres empoderadas. Então, acho que elas
escreveram personagens femininas muito fortes. Tanto Dalila quanto Laila vão
atrás dos sonhos delas, são determinadas”, concluiu Wegmann.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais