Publicidade

Mesmo sem direitos de transmissão, Record TV quer faturar R$ 16 milhões com Olimpíadas de 2020

Emissora não vai exibir Olimpíadas por causa da IURD

Mylena Ciribelli, apresentadora do Esporte Fantástico, único programa esportivo da Record TV (Divulgação/Record TV)
Publicidade

Fora das transmissões dos Jogos Olímpicos de 2020 por causa da programação da Igreja Universal do Reino de Deus, a Record TV ainda quer faturar algum dinheiro envolvendo o maior evento esportivo do mundo, mesmo sem exibir suas disputas. A emissora lançou no mercado publicitário um plano comercial da cobertura jornalística que fará das Olimpíadas do Japão.

Segundo tal plano, obtido pelo Observatório da Televisão, a emissora diz que fará reportagens especiais em todos os seus programas jornalísticos, além do seu esportivo semanal, o Esporte Fantástico. Também haverá cobertura dentro de outros programas da casa, como Hoje em Dia.

Tal plano comercial também fala que a Record TV pretende focar em histórias dos atletas do Brasil que se destaquem, além de outros fatos curiosos do Japão. Vale lembrar que, sem ser uma emissora licenciada ou oficial, a Record TV não pode citar os nomes oficiais do Jogos Olímpicos em suas reportagens.

Continua depois da publicidade

Para esta cobertura, Record TV ofereceu cotas ilimitadas, pelo valor de R$ 16 milhões cada uma pelo patrocínio master nacional. O valor é de tabela e deve ser renegociado pelos descontos que a emissora paulista costuma dar para seus parceiros – em alguns casos, tais descontos chegam até 90%.

A Record TV até tem certa tradição em esportes olímpicos. Transmitiu os Jogos Olímpicos de 2012 (este com exclusividade) e 2016, mas decidiu não fazer as Olimpíadas de 2020 porque os Jogos coincidem com o horário de transmissão dos programas da Igreja Universal do Reino de Deus, a principal cliente financeira da emissora.

No esporte, seu único direito assegurado para os próximos anos é o Jogos Pan-Americanos de 2023. Este evento, uma espécie de Olimpíadas das Américas, é exibido continuamente pela Record TV desde 2007 – com exclusividade desde 2011. A próxima edição será realizada no Chile.

Publicidade
© 2020 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade