“Tenho toda vontade do mundo, eles estão cientes”, diz Felipe Titto sobre apresentar o Vídeo Show

Publicado há 2 anos
Por Leandro Lel Lima
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Felipe Titto ganhou destaque na TV na temporada de 2005 de Malhação.  Fez outras tramas e séries, mas a carreira deu um salto quando passou a apresentar o Are You The One Brasil? da MTV.

Por três temporadas comandou a atração líder em audiência do canal que se reinventou com séries e programas de comportamento. Em uma nova empreitada, Titto passou a integrar o time de repórteres do Vídeo Show. Por lá tem feito reportagens com os artistas da emissora.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Histórias da TV

Entre os destaques, o rapaz se diz orgulhoso por ter a oportunidade de conhecer a história de grandes nomes da TV, do teatro e do cinema como a atriz Nicete Bruno. Mas além das reportagens, Titto quer mesmo é integrar, em definitivo, a bancada do Vídeo Show, que desde a saída de Otaviano Costa está sob o comando de três mulheres.

“Tenho toda vontade do mundo. Eles estão cientes”, disse Felipe Titto que também conversa com a direção do canal sobre uma possível participação na novela das 21h de Walcyr Carrasco.

Confira entrevista com Felipe Titto durante evento de bem-estar da Afine-se realizada na última sexta-feira, 19/10, em São Paulo!

Dá outra vez que te entrevistei, você está negociando uma participação em O Outro Lado do Paraíso. Walcyr Carrasco vai assinar a próxima novela das 21h…

Encontrei com ele hoje [sexta, 19/10]. Estamos falando.

Mas tem o Vídeo Show…

Tenho total intenção de ficar no Vídeo. Estou como repórter, esporadicamente vou pra bancada. Minha ideia é que esse esporadicamente vire uma frequência.

Redes Sociais

Acredita que o fato de você ter um contato maior com o público das redes sociais é um fator importante para estar no Vídeo Show?

Ainda sim o público que assiste o Vídeo é a dona de casa, a senhoria, o pessoal que está almoçando no trabalho…

O público das redes socais usam o Globoplay, redes do canal…

As pessoas não são mais reféns da programação. Antigamente eu tinha que ouvir o programa inteiro por conta de uma música. Hoje esquece…

Como repórter você ficou tenso, inseguro ou se deu conta da responsabilidade e da emoção que é entrevistar um artista importante da Globo?

Esse é o ponto bom do meu trabalho como repórter porque eu me vejo do outro lado. O trabalho de um jornalista é muito importante. Não me considero um jornalista, não fiz jornalismo. Mas eu também palpito na pauta, existe uma equipe que cuida das perguntas.

Outro dia entrevistei a Dona Nicete Bruno [prestes a ir ao ar], era um outro clima, eu consegui falar sobre a história do teatro, da televisão, passando por várias nuances. A entrevista foi um laboratório.

Que momento! Estou na coxia com a Dona Nicete Bruno. Ela é generosa, disponível, antenada, atualizada, educada, uma pessoa ímpar.

Gratidão

Artistas da nova geração que não valorizam os artistas que de fato abriram os caminhos…

Como é diferente dessa nova geração [não generalizando], mas essa geração tem que pedir a benção para esses artistas que tomaram muitos ‘nãos’, eram vistos como marginais. Eu vejo essa indisponibilidade dessa turma [nova geração]. Ela [Nicete] toma água da torneira com a gente. Uma diferença…

Você tem experiência como apresentador, comandou o Are The One pela MTV. E no Vídeo Show como está cuidando disso?

Eu tenho toda vontade do mundo. Eles estão cientes.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio