“Quando falava com o povo, era brega”, diz Oloares Ferreira sobre trabalho no Balanço Geral GO

Publicado há 3 anos
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Observatório da Televisão segue com o Tour Observatório, que está viajando o Brasil para mostrar os grandes sucessos de audiência local pelo Brasil. Desta vez, chegamos em Goiânia, capital de Goiás, onde as três principais emissoras de TV brigam ponto a ponto pela liderança.

Começamos nossa passagem por Goiânia chegando na RecordTV Goiás, emissora que tem marcado médias impressionantes com seus telejornais locais, ganhando diretamente das novelas da Globo das 18h e 19h.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja mais: “Eu precisava me desafiar”, diz Fred Linhares sobre ter assumido comando do Balanço Geral DF

Além disso, a vitória acontece também no tradicional horário do almoço, onde o canal lidera com o Balanço Geral Goiás, que é apresentado em Goiânia desde 2006 por Oloares Ferreira, que está no canal desde o fim dos anos 90.

Oloares tem marcado médias entre 10 e 12 pontos de audiência, e na média das 3 horas no ar – das 12h às 15h -, é líder. Ele, em conversa com nossa reportagem, celebra bastante o feito.

“Nós entregamos com 15 pontos a 5 hoje para a novela. É um momento muito bom, excelente mesmo. Mas quanto maior a audiência, maior a cobrança para que os resultados fiquem cada vez melhor”, diz o âncora.

Veja também

“Ralei muito pra estar aqui”, diz Sabrinna Albert sobre sucesso da Hora da Venenosa no DF

“As pessoas também gostam de notícia boa”, diz Henrique Chaves sobre sucesso do Cidade Alerta DF

Oloares também ressalta a liberdade que tem na emissora para fazer as críticas que acha necessário: “Nós temos uma liberdade enorme aqui, de pegar no pé do poder público quando necessário, e criticar o que precisa ser criticado”.

Leia a entrevista: 

Observatório – Neste dia que estamos gravando, você entregou o Ibope em 15 a 5 pontos para a Record, né? Que fase… 

Oloares – A gente não pode falar muito de audiência, mas foi isso mesmo (risos). É uma fase bacana, é uma fase que é muito boa, mas exige muito cuidado e mais responsabilidade, porque quanto maior a nossa audiência, maior é a cobrança. Tanto do anunciante, quanto do público, quanto da emissora. Quando você cresce, aumenta tudo. A gente vira telhado de vidro. Qualquer coisa que você fizer que não der certo, você paga um preço alto por isso.

Observatório – Mas eu sei que você não pode sair na rua… Já tá na casa faz muito tempo… (risos)

Oloares – (risos) Bom, vou fazer vinte anos de emissora. Entrei pra substituir uma repórter, cobri férias. E eu apresento o Balanço Geral desde 2006. Antes tinha o Goiânia Urgente, e estou na casa faz 20 anos.

Observatório – E é uma disputa muito grande, né? 

Oloares – Acho que ganha com isso é o povo de Goiânia, com mais programas populares para que cobrem os seus problemas. Eu lembro que quando comecei a mostrar isso aqui, a mostrar buraco de rua, violência e problemas do povo, eu fui taxado de brega. As outras emissoras nem tocavam nesse assunto. Hoje, todas correm atrás. Hoje, eles estão tentando fazer isso para se aproximar. Eu fico feliz que consegui isso trabalhando muito.

Observatório – Você é um apresentador que faz questão de ir na rua, né?

Oloares – Eu costumo dizer que sou um repórter que é apresentador. Se a emissora chegar pra mim e perguntar o que eu quero, eu nem penso duas vezes, eu quero fazer uma reportagem. Todos os dias entra uma reportagem. Vai fazer 20 anos que faço isso. Hoje mesmo, fiz matéria de segurança. Eu gosto de matérias que possam trazer um bem pra população.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio