Pedro Novaes comenta relação de Filipe e Rita em Malhação: “Ele entendeu o lado dela”

Publicado há um ano
Por Greicehelen Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Malhação: Toda Forma de Amar, Filipe (Pedro Novaes) decidiu dar uma oportunidade para Rita (Alanis Guillen) se aproximar de sua irmã Nina. A criança foi adotada por Lígia (Paloma Duarte) e Joaquim (Joaquim Lopes), pais do rapaz, que estão disputando na justiça o direito de manter a guarda da menina.

Esse contato com a mãe biológica da bebê despertará fortes sentimentos em Filipe. Em entrevista ao Observatório da Televisão, Pedro Novaes contou como seu personagem lidará com a paixão que sente por Rita e como isso o afetará no convívio familiar. “Ele sabe a consequência que isso pode dar para ele”, destaca o ator.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ao longo da conversa, o artista também comentou como está sendo a repercussão do seu trabalho em Malhação entre os amigos e seus pais – os também atores Marcello Novaes e Letícia Spiller. “Lá em casa a galera está elogiando para caramba”, garantiu Pedro.

Confira o bate-papo na íntegra a seguir:

O que você pode falar sobre o relacionamento do Filipe com a Rita?

O Filipe entendeu o lado dela total. Ele
pegou o ponto onde ela está tentando chegar e que a família, por causa da Lara,
que é a tia, não está conseguindo ter essa visão. Eles não estão conseguindo
ter essa visão que é um pouco mais sensível. O Filipe está agindo pelo impulso
do que ele acha que é certo, que realmente é se aproximar da Rita. Ele entendeu
o lado dela e falou: ‘eu vou dar uma alegria para essa menina’. Porque ele está
vendo que ela está sofrendo e nada dá certo. Chega na audiência e toma uma
rasteira da advogada, e ele percebe isso porque é humano. Ele não vai se aproximar
da Rita e entregar a criança porque está a fim dela. Primeiro ele vai chegar porque
está entendendo o lado dela. Eu acho que toda essa aproximação vai trazer um
interesse
”.

Essa aproximação vai causa um conflito entre a família do Filipe, né?

Exatamente, é isso que eu falei. Algumas
atitudes ele está fazendo sem pensar, ele sabe a consequência que isso pode dar
para ele. Mas, no fundo, ele vai fazer o que acha certo
”.

Como está sendo contracenar com a Alanis?

Está sendo muito maneiro, muito bom, muito gostoso e muito leve trabalhar com a Alanis. Ela tem uma coisa parecida com a minha mãe, que é não estar preocupada, ela só está curtindo. Ela está ali curtindo, disposta a jogar com você. A concentração para as cenas é uma coisa que eu admiro para caramba na Alanis. Estão sendo muito divertido e eu acho que temos muitas coisas para conhecer, Pedro e Alanis mesmo em cena e trabalho. Temos muitas coisas para viver ainda”.

Semelhanças com o Filipe

Você acha que se parece com o seu personagem?

Sim. Eles têm várias coisas parecidas, mas tem muita coisa diferente. No começo do trabalho, eu achei que tinha mais coisa parecida, mas, na verdade, tem mais coisas diferentes. Umas atitudes do Filipe, talvez, eu não faria. Algumas falas também. Mas tudo bem, é o personagem. A gente está aí para entrar nessa persona que é o Filipe”.

O que você não faria das atitudes do Filipe?

Acho que tudo isso que ele está fazendo. Por
exemplo, se envolver assim com a Rita sem falar com a família, sem avisar. Ele
sabe que é uma situação difícil, mas ele vai e entrega a criança para ela. Eu
acho que não deixaria de comunicar a família antes de fazer isso. São pequenas
coisas, mas isso é ótimo porque traz um universo gigante que eu posso explorar
com o Filipe. Ele sabe que se falar não vai conseguir fazer. Ele tem essa coisa
de querer fazer o que quer. Então é uma das coisas que talvez eu não faria
”.

Você enfrentaria a sua família se estivesse na mesma situação do Filipe?

Não faço a menor ideia do que eu faria. Eu tenho esse lado humano de querer ajudar a outra pessoa, mas quando o amor vai bater forte é difícil pensar direito. Acho que quem já se apaixonou fortemente sabe que é difícil, você fica meio desnorteado, tonto. Você não sabe muito bem o que está fazendo porque agindo com seu coração e tudo mais. Então eu não faço a menor ideia do que eu faria”.

Amor

 Você já se apaixonou fortemente?

Isso é difícil falar também, porque a gente tem que viver muita coisa ainda na vida. Sou muito novo e tenho muita coisa para viver”.

Mesmo interessado na Rita, o Filipe ainda está se envolvendo com a Martinha (Beatriz Damini). Como ele vai resolver essa situação?

Eles já se amaram muito. Ele já terminou com
ela, só que ele tem muito respeito. A amizade deles é na frente de tudo isso.
Ele acaba envolvendo todo esse histórico deles serem amigos desde pequenos na
frente de qualquer término, final de qualquer coisa. Então ele tem mais carinho.
Ele fica preocupado por ela ter caído do cavalo, ficou na cadeira de rodas e
agora está na moleta. Na minha opinião, ele vai ter que resolver essa situação
a partir do momento em que começa a se envolver com a Rita
”.

Rita e Filipe se beijam em Malhação (Foto: César Alves / Rede Globo)

Repercussão do personagem

Seus pais estão acompanhando seu trabalho em Malhação? Eles opinam?

Lá em casa a galera está elogiando para caramba. Minha mãe assiste, me dá vários conselhos. Em geral, está tudo muito legal. Meus irmãos, a galera da banda falando e com vontade de assistir. Eles falam: ‘caraca, é muito estranho, só consigo olhar o Pedro’. Porque, realmente, quem te conhece e sabe quem você é dentro de casa, tem uma visão diferente do telespectador que está vendo pela primeira vez e não te conhece. Então está sendo muito maneiro e engraçado”.

Por ser filho de Marcello Novaes e Letícia Spiller, as cobranças e críticas iriam chegar até você. Como você se preparou para essa situação?

Na verdade, eu não me preparei. Eu decidi
que ia fazer o meu trabalho, que ia fazer 100% dando um gás acima de tudo e que
eu ia andar com os meus próprios pés. Que eu ia tentar conquistar os meus
desafios. Tentar quebrar os meus próprios desafios por mim mesmo, Pedro Novaes.
Eu não sou o filho tal, eu sou o Pedro Novaes fazendo esse trabalho. Eu estou
sendo reconhecido pelo trabalho e não por ser filho de quem eu sou. É muito
gratificante, é uma coisa que eu esperava quebrar mesmo. Eu me preparei para
falar assim: ‘beleza, vocês vão falar, mas eu vou mostrar um trabalho 100% de
dedicação’. Foi mais ou menos isso
”.

Seu trabalho em Malhação está aumentando a visibilidade da banda Fuze?

A banda tem crescido bastante por causa dessa visibilidade também, eu acho. E também porque estamos apresentando um trabalho novo agora e uma dedicação maior. Tudo isso está envolvido. Toda essa exposição que estou tendo na novela é uma porta aberta para as pessoas conhecerem o nosso trabalho como banda”.

O carinho do público

Como está a repercussão da trama do Filipe nas redes sociais e na rua?

Confesso que não sou aquele cara que fica vendo tudo, procuro ficar mais focado no trabalho. Mas eu tenho visto alguns fã-clubes: Rilipe, fã-clube do casal (Rita e Filipe). Fã-clubes de outros atores e atrizes, personagens, vindo me seguir e comentando. Acho isso muito bacana, acho que é o maior carinho da internet. Uma pessoa que simplesmente manda uma mensagem: ‘eu te amo. Obrigado por fazer o meu dia mais feliz’. Eu não falei com essa pessoa, mas, por acaso, eu fiz o dia dela mais feliz, ou eu e a Alanis. Então é gratificante para caramba isso”.

Malhação é famosa por ter um público grande, mas essa temporada está atingindo várias faixas etárias. Você tem percebido isso nas mensagens que recebe?

Tem uma galera mais velha, por exemplo, que está no lado da família do Filipe e uma galera mais nova no lado da Rita. Então eu acho que pelo fato de a trama ser do jeito que ela é, está conseguindo envolver várias faixas etárias de idade. Eu fiquei sabendo também de uma discussão no Twitter da galera mais velha defendendo a Lígia e galera mais nova falando: ‘não é possível que vocês estão do lado dela’. São diferentes jeitos de pensar e isso é muito bom”.

A abordagem nas ruas está grande? A rotina mudou muito depois que Malhação estreou?

Eu acho que só essa coisa da rotina, de
estar toda hora tendo que fazer uma parada e encaixando na agenda, porque eu
também tenho uma banda. Mas tem uma galera reconhece e parabeniza
”.

Referência entre os jovens

Malhação tem grande impacto na vida de muitos jovens e, naturalmente, você acaba virando referência para eles. Como você encara essa situação? Você pensa em o que falar e postar nas redes sociais?

Eu acho que quando você acaba influenciando
de alguma maneira várias pessoas, você tem que tomar muito mais cuidado. Eu
sempre procuro evitar falar o que eu não sei. Eu não vou falar uma parada que
eu não tenha bagagem suficiente para discutir sobre. E eu acho que você também está
falando das nossas próprias redes sociais. É muito difícil, para mim, você
interpretar uma pessoa pela rede social. Eu acho muito superficial, não é
conhecer a pessoa, aquilo é uma persona. Você quer conhecer uma pessoa, você
tem que parar na frente dela, olhar na cara, no olho e trocar uma ideia. Para
mim, só assim você conhece alguém. Dificilmente, eu Pedro, tento me basear em
conhecer as pessoas só através das redes sociais
”.

*Entrevista feita pelo jornalista André Romano.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais