No Especial Roberto Carlos, Agatha Moreira faz balanço de 2018: “Só tenho a agradecer”

Publicado há 2 anos
Por Greicehelen Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No último dia 04 (terça-feira), Agatha Moreira prestigiou a gravação do Especial Roberto Carlos: Muito Romântico. Ao lado de outras estrelas globais, a atriz acompanhou cada detalhe show, que será exibido no dia 21 de dezembro.

Veja também: Paola Carosella exibe pelos nas axilas e destaca mensagem de empoderamento: “Você pode!”

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em entrevista ao Observatório da Televisão, Agatha confessou que nunca tinha assistido uma apresentação ao vivo de Roberto Carlos. “Acho que a letra mais bonita dele é Como é Grande o Meu Amor Por Você”, revelou ela, ressaltando que a sua mãe é uma grande fã do cantor.

Em clima de fim de ano, a artista também conversou sobre família, carreira e fez um balanço sobre o ano de 2018. Além de recordar o sucesso de Orgulho e Paixão, novela das seis em que interpretou a namoradeira Ema.

Com o fim da trama, Agatha iniciou uma viagem com o elenco e passou por um momento inusitado. De acordo com a atriz, uma garçonete em Joanesburgo (África do Sul), a reconheceu pelo trabalho realizado em Verdades Secretas. “Fama internacional”, brincou a jovem.

Confira a entrevista na íntegra a seguir:

Você é uma pessoa supersticiosa?

Não. Sempre me perguntam isso (risos).

Início de 2019 vai ser de muito trabalho?

Agora eu vou viajar mais um pouquinho.

Você está escalada para alguma novela?

Temos, mas não posso falar ainda. Não sei muita coisa também. Eu sei que tenho que trabalhar em janeiro (risos).

O que deseja para a sua vida pessoal em 2019?

Esse foi um mês de muita reflexão, mas muito no sentido de agradecimento. Eu não tenho nada para pedir, eu não tenho nada para reclamar. Eu só tenho a agradecer. A minha vida está em um momento muito especial, perfeito e incrível.

As coisas estão do jeito que eu gostaria que elas estivessem. Às eu até paro e penso assim: ‘meu Deus, será que eu mereço tanto?’. Porque está tão bom. Eu estou tão bem comigo, tão bem nesse momento, tão bem com o meu trabalho.

Como será sua programação de fim de ano? Vai passar o Natal com a família?

Passo. A família é grande, então eu fico pra lá e pra cá. Dia 24 divido com duas famílias, dia 25 mais duas (risos). No ano novo eu viajo para São Miguel do Gostoso (RN). Não conheço (o local) e vai ser o meu primeiro Réveillon em festa grande com muita gente.

Como foi a viajar com o elenco de Orgulho e Paixão?

Viajei com uma parte do elenco. A gente foi para a Chapada, e foi incrível. Depois fomos para Noronha. Agora foi a África, que também dá para pegar um solzinho no Safari.

O sucesso de Orgulho e Paixão

Orgulho e Paixão teve um público muito fiel. Você ficou surpresa com a repercussão positiva da novela?

Foi incrível! Foi uma feliz surpresa para a gente. Claro que quando você entra para em um trabalho, você espera que ele faça bastante sucesso. Novela das seis, querendo ou não, tem sempre um ibope menor do que uma novela do horário nobre. E a gente fez um sucesso estrondoso, para uma novela das seis foi muito bom.

A sua personagem, Ema, teve um crescimento ao longo da trama, né?

A minha personagem cresceu muito, eu não esperava. Foi um grande presente do Marcos. Foi muito legal a família que criamos ali dentro. Eu acho que foi um trabalho diferencia nesse sentido, ficamos muito amigos.

São pessoas que eu vou levar para a minha vida toda. Acho que tudo o que vivemos nos bastidores reflete na telinha de quem está assistindo. Acho que esse foi o grande segredo para a novela ter feito o sucesso que fez.

Carreira e contato com o público

Existe algo que você tem vontade de fazer como atriz? Orgulho e Paixão, por exemplo, foi uma trama de época.

Tem muita coisa que eu quero fazer. Sempre me perguntam isso, mas é muito difícil eu estereotipar algo ou alguma personagem. De verdade, o que eu mais quero é ter personagens que me desafiem cada vez mais. Personagens diferentes.

Desde a sua estreia em Malhação (2012), o que você acha que mudou na sua vida profissional?

Tudo isso que eu falei (na pergunta anterior) bate muito com tudo o que eu vi nesses seis anos de casa. Todos os personagens que eu fiz foram muito diferentes. Isso é muito bom e eu acho que foi um presente.

Às vezes acontece de fazer um personagem parecido, fazer sempre mocinha ou sempre vilã. Mas eu tive a oportunidade de fazer vários personagens.

Você estará no elenco da continuação de Verdades Secretas, novela em que interpretou Giovanna?

Eu não estou sabendo (risos). Eu ia amar fazer, ia ser maravilhoso. Só essas semanas umas três pessoas me falaram da novela. É muito louco como ficou marcada na cabeça das pessoas.  A garçonete do restaurante, em Joanesburgo, falou comigo. Fama internacional (risos).

Na época de Verdades Secretas, quando a gente foi receber o Emmy, em Nova York umas três pessoas falaram de lugares falaram comigo: Chile, Rússia e Colômbia. As pessoas já estavam assistindo.

Como você se sente ao ser abordada pelo público internacional?

É muito legal! Você não espera, nem imagina que a pessoa está te assistindo. Quando a novela vai para outros países, a gente não tem muito essa noção.

*Entrevista feita pelo jornalista André Romano

 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio