Bruna Marquezine dá detalhes sobre Catarina, sua personagem em Deus Salve o Rei: “Muito Ambiciosa”

Publicado há 3 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na próxima novela das 19h, Deus Salve o Rei, Bruna Marquezine será Catarina, uma princesa ambiciosa com ares de vilã. A atriz conversou com nossa reportagem e contou alguns detalhes sobre a personagem que começou a viver recentemente. A jovem ainda comentou sua parceria em cena com a amiga Marina Ruy Barbosa. Confira:

Leia também: Veja os atores de A Força do Querer que já atuaram juntos anteriormente

Saiu a primeira foto da sua personagem, usando o figurino de Deus Salve o Rei. O que você pode adiantar da personagem?

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Sim, é uma vilã. O figurino da Catarina é impecável, a coisa mais linda.

Vocês já começaram a gravar?

Começamos a gravar aos poucos, seguindo o cronograma dos cenários. Como temos uma frente grande de capítulos, até janeiro iremos gravar por cenários. É isso.

Como está sendo a construção dessa vilã?

Como gravei só dois dias, está sendo tudo aos pouquinhos. Agora estamos gravando cenários como florestas, porque teremos muitos 3D nessa novela. Gravamos em Chroma Key, na cozinha de um dos reinos e daqui a pouco iremos gravar em outros estúdios.

Ela é má de verdade?

A gente já conhece esse modelo de novela, mas acho que ninguém é totalmente bom nem totalmente mau. Catarina é a mesma coisa, porém muito ambiciosa, decidida e quer o melhor para o seu reino e para si mesma. Ela tem algumas atitudes. Não quero contar muita coisa, mas vocês vão conhecer mais dela. Catarina é filha do Rei Augusto, princesa do Reino de Atena.

É a primeira vez que você contracena com a Marina Ruy Barbosa. Como é?

Foi uma delícia! Tivemos praticamente 1 mês de preparação com todo o elenco junto, e foi importante para a criação dos personagens e conhecer este universo. Novelas medievais não são algo comum, então precisamos contar essa história de forma crível para que o público compre que todas aquelas pessoas viveram aquela época, e isso não foi uma tarefa fácil. Foi ótimo trabalhar com a Marina, o que é muito doido porque começamos praticamente na mesma época e nunca nos cruzamos em nenhum trabalho, o que é muito louco. Acho que vai ser bem legal. O embate das duas não é uma coisa estabelecida de cara, e não é muito óbvio, então vai ser bem interessante.

Quais são as suas fontes de inspiração?

A gente tentou criar uma coisa bem nossa. Tivemos que fazer uma pesquisa para entender esse universo, mas eu como fã de Game Of Thrones, usei muito como referência. A direção passou várias referências como Robin Hood.

A Roupa é pesada?

Depende. É um figurino que se transforma muito. A base que é uma coisa super leve, serve como vestido, mas se colocar uma capa por cima, já vira uma outra coisa. Não é um figurino complicado como parece. São roupas mais encorpadas, mas não difíceis como parecem, até porque naquela época as pessoas não tinham roupas que elas pudessem se movimentar tanto, ainda mais princesas. As roupas ajudaram a construir o corpo da Catarina, porque toda a postura muda, mas não é desconfortável.

Como é o seu treino na academia?

A gente faz metade de treino funcional e metade de treino de muay thai, que eu amo. Normalmente quando você está fazendo exercício, você fica focado na dor, e o mauy thai é sempre uma coisa nova. Consigo me concentrar melhor, e fico uma hora treinando com prazer.

Você tem aqueles dias em que você não treina e sente que o dia não rende?

Tem dia que não consigo treinar mesmo, mas essa coisa do dia não render acontece comigo quando viajo e fico por muito tempo sem treinar, ou passo a me alimentar mal.

Você faz dieta?

Faço. Tento manter um equilíbrio. Recentemente fui visitar minha nutricionista que eu não visitava há muito tempo e aí começamos uma nova dieta. Um detox pós férias porque eu estava bem relax, mas algo tranquilo, mais pensando numa alimentação saudável.

O que te tira completamente da dieta?

Eu amo comer. Gosto de comer o dia inteiro. Como de tudo, menos carne e frango, mas o que me faz sair da dieta são as companhias. Eu não consigo estar com meus amigos e não pensar em tomar um vinho, comer uma coisa gostosa, dividir uma pizza. Não consigo estar com minhas amigas e dizer: ‘Ah, vamos pedir uma salada e grelhar um salmão’, não consigo.

O que você achou da repercussão do seu look no casamento da Marina Ruy Barbosa?

Eu sempre achava muito louco ver gente a noite usando óculos, porque sempre vi as estrelas lá de fora fazendo isso e pensava: ‘Gente, que louca, usando óculos na balada’, até o dia que usei a primeira vez, e é tão divertido. Estou numa fase meio viciada, que quero usar óculos coloridos tanto para o dia quanto para a noite. Pra ser bem sincera, eu não acompanho a repercussão de praticamente nada, e estou falando isso de coração aberto, porque já passei pela fase que eu me importava muito, e quando fico sabendo é por uma pessoa ou outra. Não me visto para agradar as pessoas e sim para me sentir bem, e eu estava me sentindo super bem. Me falaram que surgiu uma conversa por causa da jaqueta de couro. Existe alguma regra que não se pode usar jaqueta de couro em casamentos? (risos). Por que a gente não pode tantas coisas? Por que no casamento temos que ir necessariamente de longo? Tem umas coisas que não entendo. A gente tem que se sentir confortável e feliz. Eu amo jaqueta de couro e usaria para tudo se eu pudesse. Quanto mais a gente presta atenção na opinião dos outros, mais a gente se limita e se distancia de quem a gente realmente é. Através do meu estilo estou descobrindo mais sobre a mulher que sou. Acho muito louco as pessoas quererem opinar em quem você é, e como você pode se expressar.

*Entrevista feita pelo jornalista André Romano

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio