Com quase 30 anos à frente do Domingão, Faustão se firma como o melhor comunicador da atualidade

Publicado há 3 anos
Por André Romano
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No último domingo, (17), foi ao ar a edição número 1.500, do Domingão do Faustão, programa que já faz parte da vida de milhões de brasileiros. Muitos podem torcer o nariz, e, dizer que não gostam da atração. Mas se você chegar de surpresa na casa de muitos desses, no domingo à tarde, uma coisa é certa: a TV estará sintonizada no programa comandado por Fausto Silva. Não é atoa que a atração é líder de audiência no horário, queridinha da publicidade, e, um dos maiores faturamentos da TV Globo. Mérito de uma produção competente e de um apresentador que quer sempre entregar o melhor para o seu público. Ele mesmo diz que é um eterno insatisfeito. Sempre quer ‘presentear’ o seu telespectador com o melhor.

Leia também: Jornalista da Band dispara contra a Igreja Universal: “Dissimulados”

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com 51 anos de carreira, e, 28, só de ‘Domingão’, Fausto Silva mostra que a receita do sucesso é básica: ser de verdade e respeitar o telespectador. Fausto deixa isso nítido em seu ‘Domingão’. Ele não lê o famoso TP (Teleprompter), conduz o programa de quase 4 horas no ar, no improviso. E um mérito dele, é o de ser cordial com todos. Ele deixa o convidado sempre à vontade. Sempre o elogia, e, graças a isso, consegue tirar ótimas respostas dos artistas que vão em sua atração.

Em conversa recente com o ator Rafael Zulu, que participou da última edição da Dança dos Famosos, ele revelou um Fausto Silva, que poucos conhecem. “Fausto é um cara diferenciado sim, e a gente tem que o respeitar muito. Uma coisa muito interessante no Faustão, é que ele é muito humano, no português bem dito mesmo, ele é um cara que olha no seu olho, sempre fala uma coisa bacana. Ele poderia ser um cara que só ia te receber ali (no programa), mas não, ele é um cara muito cuidadoso, ele te coloca no colo. A festa de confraternização foi na casa dele, como a brincadeira da pizza que ele faz lá, e é impressionante o cuidado que ele tem em receber as pessoas. A esposa dele é maravilhosa, o filho, que eu tive a oportunidade de conhecer. Ele é um cara muito interessante, e é uma entidade da televisão brasileira. Estar perto dele é legal”, relatou.

Costumo dizer que tem apresentador que é só desligar o holofote, que se transforma em uma outra pessoa, no caso de Fausto Silva, é completamente diferente. Ele chega a ser muito mais amoroso. Vivemos em uma era do umbigo, que as pessoas só pensam em si, e perceber que ainda temos pessoas como Fausto Silva, que incentiva uma nova geração a seguir na profissão, é algo raro. Entre muitos casos, temos o André Marques, que mostra ao público, que além de atuar, nasceu para se comunicar. E, o próprio diz, que seu maior incentivador foi Fausto Silva. “Cara, eu na verdade não esperava ser apresentador e não tinha essa pretensão. Quando eu ia no Domingão do Faustão, ele pedia para eu fazer algumas matérias, e aí fui chamado para fazer matérias para o Vídeo Show, em 1999, e comecei a gostar, e de lá pra cá, fiquei apresentando o Vídeo Show, tantos anos, que quando fui perceber, estava no Superstar. É isso!”, revela Marques.

Sem dúvida nenhuma, Fausto Silva é um dos melhores comunicadores que o Brasil já teve. Sua história de vida é alicerçada na comunicação, e, ser contemporâneo desse cara tão humano, é algo maravilhoso. Em 2019, o Domingão comemorará 30 anos no ar, e, de pensar que eu fiz parte dele, o quanto aprendi com esse cara, não tem preço. Fausto, continue nos presenteando com sua arte, que é se comunicar.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio