Paulo Gustavo ganha homenagem em mural na periferia de São Paulo

Comediante, vítima do coronavírus aos 42 anos, foi retratado ao lado de Dona Hermínia pelo artista plástico Paulo Terra

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Paulo Gustavo, uma das 430 mil vítimas do coronavírus no Brasil, ganhou uma importante homenagem na periferia de São Paulo. O comediante foi retratado em um mural no Campo Limpo (zona sul) ao lado de sua personagem mais conhecida, Dona Hermínia, protagonista da trilogia Minha Mãe é uma Peça, dona da maior bilheteria do cinema brasileiro.

O grafite é assinado por Paulo Terra, artista plástico responsável por espalhar homenagens a personalidades brasileiras e internacionais em paredes na capital paulista. Ayrton Senna (1960-1994), Gugu Liberato (1959-2019), Silvio Santos e o elenco de Chaves, por exemplo, já foram ilustrados pelo profissional e seus dois parceiros, os muralistas Pedro Terra e Edy HP. Os trabalhos do trio impressionam pelas reprodução fiel das imagens dos retratados.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em entrevista à coluna, Paulo Terra conta que ficou muito sensibilizado pela partida precoce de Paulo Gustavo e decidiu eternizá-lo na parede de um imóvel localizado na Rua Professor Oscar Campiglia, na esquina com a Estrada do Campo Limpo, uma das mais movimentadas da região, devidamente autorizado pelo proprietário do imóvel.

“Teria sido um prazer enorme homenageá-lo em vida, até mesmo para ele prestigiar o trabalho, mas infelizmente isso não aconteceu, pela doença que tirou a vida dele como tirou a vida de várias pessoas”, lamenta o artista plástico, que tirou dinheiro do próprio bolso para produzir o mural. A arte deverá ficar pronta até a próxima quarta-feira (19).

Ao lado de Paulo Gustavo e Dona Hermínia, o trio desenhou duas crianças com máscaras de proteção, simbolizando os cuidados que todos precisam ter para impedir a proliferação do coronavírus. Paulo Terra se inspirou na mensagem do comediante no especial de fim de ano 220 Volts, exibido em dezembro de 2020 e reprisado pela Globo após sua morte.

“Vi esse depoimento dele sobre a pandemia, falando para as pessoas se protegerem e desejando que a vacina chegue o quanto antes, uma preocupação de toda a população. Foi difícil definir se colocaríamos todos os personagens ou somente ele, mas achei melhor pelo menos colocá-lo com a Dona Hermínia, porque foi um personagem marcante e uma representação da mãe dele”, explica Paulo Terra.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio