Mulher que falou “Fora, Bolsonaro” em TV de Portugal quer conhecer brasileiros: “Que se livrem deste governo”

Protesto foi ao ar na versão portuguesa do programa Quem Quer Ser Um Milionário?; leia entrevista exclusiva

Publicado em 2/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quem é o atual presidente do Brasil? Uma participante do Quem Quer Ser Um Milionário? da TV portuguesa respondeu sem titubear: “Fora, Bolsonaro”. O protesto, exibido em julho de 2020 pela rede RTP, foi reprisado esta semana e viralizou novamente nas redes sociais. Somente no Twitter, o vídeo se aproximou de 1 milhão acessos em apenas cinco dias. Mas, afinal, quem é a nova “heroína” nacional? A coluna a encontrou.

Ela se chama Diana Tomás, mora em Abrantes (a aproximadamente 150 quilômetros de Lisboa) e ama o Brasil. “Comecei a gostar de bossa-nova assistindo às novelas do Manoel Carlos”, conta ela em entrevista exclusiva à coluna. Admiradora de Chico Buarque, Caetano Veloso, Djavan e Daniela Mercury, a participante também está alinhada a questões identitárias e segue portais brasileiros nas redes sociais, o que ajudou a acertar a pergunta no Quem Quer Ser Um Milionário? – Alta Pressão, exibido em horário nobre pela RTP (a versão brasileira é apresentada por Luciano Huck na Globo).

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Quem foi, até abril de 2020, ministro da Justiça do Brasil?”, perguntou a apresentadora Filomena Cautela. Diana respondeu imediatamente: Sérgio Moro. Entre as opções, estavam o vice-presidente, Hamilton Mourão, o senador Flávio Bolsonaro e o ex-presidente Michel Temer. Indagada sobre quem ocupa o cargo atualmente, a participante falou: “Fora, Bolsonaro”. Entre risos da titular do programa e aplausos da plateia, Diana ainda repetiu a frase de protesto.

“Não queria falar o nome daquela pessoa, porque tenho uma coisa que… me custava dizer aquele nome. Quando ela me perguntou, aquilo saiu. Depois, não pensei mais nisso e fui embora. Quando vi que passou na televisão, é sinal de que nossa democracia também está saudável. Não há problemas nas pessoas que se manifestem, não é?”, analisa.

Diana, que trabalha como cuidadora de pessoas com defis em uma empresa própria, saiu do programa de bolso vazio (errou a pergunta seguinte), porém conseguiu divulgar seu projeto e obteve um êxito completamente inesperado do outro lado do oceano Atlântico. No Brasil, a manifestação repercutiu inicialmente no Twitter, por meio do comediante Antonio Tabet. O vídeo, em um ano, atingiu 1,2 milhão de visualizações.

Após a reprise do programa, na última quarta-feira (28), o “Fora, Bolsonaro” viralizou pela segunda vez. “A situação piorou, mais de 500 mil mortos”, diz a participante sobre a pandemia de coronavírus no Brasil.

“O meu programa foi o penúltimo a ser gravado e o segundo a passar na TV, seria em setembro mas passou em julho. Não sei por quê, até brinquei: ‘Deve passar em julho porque em setembro o governo já caiu e a piada vai estar datada!’, mas ainda não está. Já devia ter acontecido”, lamenta.

A fama não se repetiu em Portugal, onde telespectadores a procuraram em função de seu trabalho no auxílio de idosos em casa. Do outro lado do oceano, ocorreu o inverso: “Fui ao Twitter e comecei a ver vários brasileiros comentando. Inclusive o Antonio Tabet, do Porta dos Fundos, publicou o vídeo. Eu fiquei mal! Também vi no Instagram do Mídia Ninja. Estranhamente, não recebi nenhuma mensagem de ódio, que era algo que eu esperava. Foram só mensagens de pessoas que se sentiram representadas. Foi muito engraçado!”.

Formada em antropologia, Diana lançou o projeto De Casa em Casa em janeiro de 2020, após ter acumulado experiência como cuidadora de idosos e pessoas com deficiência em Portugal e no Reino Unido. Ela deseja expandir a empresa e formar mais equipes para atender mais clientes. Em seguida, sonha viajar ao Brasil para conhecer seus novos fãs.

“Não tenho uma situação econômica que me permite fazer viagens longas, mas gostaria muito de visitar o Brasil. Talvez um dia. Vou trabalhar para isso. Se algum dia eu for ao Brasil, precisaria de tempo. Quero ter dinheiro suficiente para tirar férias longas e poder conhecer não só São Paulo ou Rio de Janeiro, mas pelo menos o Nordeste. Acho que uma realidade como a brasileira não se conhece só visitando monumentos”, afirma a participante do Quem Quer Ser Um Milionário? português.

Preocupada com a situação do Brasil, em função da pandemia, do governo e das baixas temperaturas que vitimaram pessoas em situação de rua, Diana Tomás envia uma mensagem positiva ao povo que a acolheu por um grito em comum: “Fora, Bolsonaro”.

“Desejo que as coisas melhorem aí, que melhore também a questão do frio e que vocês consigam se ver livres desse governo! Tenham força, continuem a perseverar até o governo mudar. Acho que vocês têm noção da força do voto. É importante esse trabalho de educar as pessoas, sobretudo contra as fake news, e evitar que elas se espalhem, o que também acontece aqui. Nós, que somos as verdadeiras pessoas de bem, devemos lutar para que não aconteça”

Diana Tomás, participante do Quem Quer Ser Um Milionário? português

Siga o colunista no Twitter e no Instagram.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio