Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Por Onde Anda?

Daniel em Pão-pão, Beijo-beijo, Paulo Guarnieri deixou a TV por infelicidade e se dedica a outra atividade

Ator participou de novelas de sucesso nos anos 1980

Publicado em 17/06/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Em Pão-pão, Beijo-beijo, novela de Walther Negrão exibida em 1983 pela TV Globo e que o Canal Viva agora reapresenta, Daniel era um jovem pobre, filho de Gaspar (Paulo Gonçalves), zelador de um condomínio na Barra da Tijuca, que fingia ser rico para conquistar a bela Nina (Tássia Camargo). Seu intérprete era o ator Paulo Guarnieri, há anos sumido da telinha.

“A novela representou muito pelo fato de ser do Walther Negrão, um cara que eu sempre gostei muito. Foi uma delícia fazer a novela. Eu gostava muito de contracenar com a Tássia Camargo, a Élida L’Astorina…. Atuar com a Lélia Abramo foi um presente! Que atriz maravilhosa que ela era… Fora que eu adorava andar no kart. Eu adoro carros e fazia um corredor de kart. Foi uma novela muito gostosa”, contou Paulo ao Gshow.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Daniel (Paulo Guarnieri) e Gaspar (Paulo Gonçalves) em Pão-pão, Beijo-beijo

Filho do ator e dramaturgo Gianfrancesco Guarnieri (falecido em 2006) e da jornalista Cecilia Thompson (falecida em 2019), irmão do ator Flávio Guarnieri (falecido em 2016), Paulo Guarnieri atualmente está com 61 anos. Sua primeira novela foi a versão original de Mulheres de Areia (1973/74), de Ivani Ribeiro, na TV Tupi, no papel de Tonho da Lua quando criança – a fase adulta era vivida por seu pai.

Na mesma TV Tupi, já com 18 anos, Paulo Guarnieri viveu Ricardo, um dos filhos do casal em crise Dorinha (Nicette Bruno) e Pedro (Adriano Reys) em Como Salvar Meu Casamento, novela de Edy Lima, Carlos Lombardi e Ney Marcondes que saiu do ar sem exibir seu desfecho, em fevereiro de 1980.

Ainda em 1980 o ator iniciou uma sequência de trabalhos na dramaturgia da TV Globo. Foi o playboy Jorge Luís, que fazia par com Nadir (Solange Theodoro), a “moça do cafezinho”, em Plumas e Paetês (1980/81), Tony Rivoredo em Sétimo Sentido (1982), e logo depois de Pão-pão, Beijo-beijo viveu Francesco, que morria de ciúme da mãe, a esfuziante Dona Bina (Geórgia Gomide), em Vereda Tropical (1984/85).

Entre outros trabalhos, Paulo Guarnieri esteve em Bebê a Bordo (1988/89), Rainha da Sucata (1990), Quatro por Quatro (1994/95) e Perdidos de Amor (1996/97), esta na TV Bandeirantes. Mas o artista não se sentia mais animado com a carreira de ator e direcionou sua vida para outras atividades profissionais. Estava infeliz, não gostava de se ver na TV e reconheceu não ter a mesma vocação para a interpretação que tinham o pai e o irmão.

No começo dos anos 2000, Paulo inaugurou uma pousada em Paraty, no estado do Rio de Janeiro, e desde o ano passado mora em Portugal, após decepções com os rumos recentes do Brasil. Que bom termos as reprises de novelas como Pão-pão, Beijo-beijo na TV e o lançamento de outras, como Vereda Tropical, no Globoplay, para revermos ou conhecermos seu trabalho.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....