Redenção

Como assim? Após adoção, Jesus e Marcelino tocam o coração de Gilda em Amor Perfeito

Vilã pode se tornar outra pessoa ao se tornar mãe do garotinho

Publicado em 20/05/2023

Gilda (Mariana Ximenes) vai se redimir em Amor Perfeito? Por incrível que pareça, a megera terá uma grande virada na novela das seis da Globo. Tudo após conseguir adotar Marcelino (Levi Asaf). 

Conforme a sinopse do folhetim, Gilda vai se tornar a mãe do garotinho no decorrer da trama. Ela arma para tirá-lo da Irmandade e para afastá-lo de vez de Marê (Camila Queiroz). 

Da mesma forma, o ato é essencial para a vilã conseguir se casar com Orlando (Diogo Almeida). Ela usará o menino para subir ao altar com o médico, que só aceitará a situação para proteger seu filho das garras da víbora. 

Gilda (Mariana Ximenes) em Amor Perfeito
Gilda (Mariana Ximenes) em Amor Perfeito

Redenção para Gilda?

Por outro lado, a reviravolta pode servir para uma possível transformação de Gilda, que terá seu coração tocado por Marcelino e por Jesus Cristo (Jorge Florêncio). 

Aos poucos, a ruiva vai se apegar pelo garotinho, mesmo em meio a uma série de traquinagens que ele fará quando se mudar para a casa dela. Gilda mostra que tem sentimentos e se lembra do filho que perdeu. 

Além disso, Jesus aparecerá bastante no decorrer da novela, a ponto de dar ótimos conselhos para Marcelino lidar com a megera. Lembrando que a adoção será desfeita quando Marê provar que é mãe do menino. 

Marcelino (Levi Asaf) em Amor Perfeito
Marcelino (Levi Asaf) em Amor Perfeito

A mocinha vai juntar os pontos quando Sônia (Bárbara Sut) contar que a ossada do bebê morto encontrado na linha do trem na verdade era de um filho que não vingou, fruto de um caso dela com Ademar (Gustavo Arthidoro). Sendo assim, Marcelino é realmente Ângelo, o filho que Marê deu à luz enquanto fugia da prisão. 

Nesse ponto da história, Marcelino terá conquistado o amor de Gilda, que vai brigar com a rival pelo menino, pelo menos dessa vez, de forma honesta, mostrando que ela pode se redimir ao longo da história.