Compre iPhone SE na Apple a partir de R$ 3.779,10 à vista ou em até 12 vezes. Frete grátis para todo o Brasil
Saiba mais
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
TRAMA DA RECORD

Vilma é a incendiária de Chamas da Vida? Descubra!

Vilã é acusada pelos diversos crimes que ocorrem durante a história

Publicado em 10/03/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Chamas da Vida, novela reprisada na Record TV, começou a todo o vapor, com a morte do bombeiro Wallace (Rodrigo Faro) no primeiro incêndio criminoso que ocorre na novela.

Pedro (Leonardo Brício), também bombeiro, tenta salvar Wallace, mas falha e o profissional acaba morrendo no local. Na ocasião, vale dizer, Pedro socorre Carolina (Juliana Silveira).

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Com isso, a trama já traz à tona seu mistério principal, que permanecerá até o final da história: quem é a incendiário de Chamas da Vida?

O principal suspeito, de imediato, passa a ser Antônio (Dado Dolabella), afinal, ele trabalhava na sorveteria GG e foi demitido. Mas o badboy morre no decorrer da trama e logo se vê que não se trata do culpado, afinal, os incêndios continuam em outros estabelecimentos.

Pedro (Leonardo Brício) e Carolina (Juliana Silveira) em Chamas da Vida (Divulgação)

Vilma é a incendiária?

Ao longo da trama, outras incêndios acontecerão e levantarão mais e mais suspeitas.

Muita gente pensa ser Beatriz (Andreia Horta), Ivonete (Amandha Lee) ou então Tomás (Bruno Ferrari), que acabam apresentando comportamentos duvidosos.

Apesar disso, a principal suspeita cai sobre Vilma (Lucinha Lins), uma das vilãs da história. Inclusive, ela é presa acusada por esses crimes.

Depois de três meses de prisão, no último capítulo, Vilma recebe um presente misterioso: um urso de pelúcia com um celular, que começa a tocar. Do outro lado da linha está o verdadeiro incendiário de Chamas da Vida.

Vilma (Lucinha Lins) na novela Chamas da Vida (Reprodução)

Veja o culpado da versão original

A voz se revela: é Léo (Rafael Queiroga), pichador membro da gangue um nome que surpreende Vilma e os telespectadores também.

No telefonema, o rapaz se apresenta. “Sou eu, Fênix. Não tô usando o misturador de voz. Falei que você me subestimava. Achou que eu fosse pichador, que eu fosse X9, agora nunca achou que eu fosse Fênix”, diz ele, sarcástico.

Em seguida, ele explica por que cometeu todos os incêndios e arquitetou a culpa dela. “Fiz isso pelo meu pai… o legista que você subornou para acobertar a morte do seu marido. Era meu pai… você destruiu a vida dele. Porque ele não queria aceitar o seu suborno. Aí você foi lá e fez o que? Matou a minha mãe pra convencer ele disso..”, conta Léo.

“Foram anos esperando por esse momento. Foi divertido… Porque nós queríamos que você sofresse aos poucos. Nós… Eu e minha irmã, Darlene“, assume Léo, quando a imagem da moça é mostrada. Interpretada por Claudiana Cotrim, ela foi co-autora dos incêndios para vingar a morte dos pais.

Lembrando que esse foi o culpado da versão original da trama. Por se tratar de uma reprise, como a Record TV gravou outros finais, pode ser que seja escolhido um outro incendiário no desfecho.

Léo (Rafael Queiroga) é o incendiário da novela Chamas da Vida (Reprodução)

Leia outros textos desta colunista.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....