SER FOLCLÓRICO

Quem era o Velho do Rio na versão antiga da novela Pantanal?

No remake da Globo, o personagem é vivido por Osmar Prado

Publicado em 01/04/2022

O Velho do Rio é um dos personagens mais emblemáticos de Pantanal, novela originalmente exibida em 1990 na Rede Manchete, e que está de volta em um remake produzido pela Globo.

A trama adaptada por Bruno Luperi estreou nesta semana traz o Velho do Rio interpretado pelo ator Osmar Prado, de 74 anos de idade. Lembrando que o mesmo artista também pode ser visto hoje na TV aberta como Lobato na novela O Clone.

De onde vem a lenda do Velho do Rio?

Para quem não sabe, o Velho do Rio é um ser místico, aliado da natureza e que tem como missão proteger o Pantanal e orientar a comunidade pantaneira.

Benedito Ruy Barbosa, autor da primeira versão de Pantanal, resgatou a conhecida lenda da região do Mato Grosso do Sul que aborda a existência do Velho do Rio, um homem que vaga em sua canoa pelos rios e pelas matas pantaneiras.

Osmar Prado (Velho do Rio)
Osmar Prado (Velho do Rio)

Há quem diga um que sempre vê essa pessoa misteriosa, mas há aqueles que nunca tiveram um encontro sequer com esse ser. Quem já o viu, porém, não consegue dizer se é um fantasma, se está vivo, se tem boas ou más intenções.

Muitos dizem que o Velho do Rio tem o poder de cura, por isso é chamado de curandeiro. Outros juram que ele se transforma em sucuri quando precisa proteger alguma pessoa ou animal do perigo.

Na novela, essa entidade será uma espécie de reencarnação de Joventino (Irandhir Santos), pai de José Leôncio (Renato Góes) que desapareceu na mata ao caçar marruás.

Quem foi o Velho do Rio na Pantanal de 1990?

Na primeira versão da novela Pantanal, quem deu vida ao Velho do Rio foi o já falecido Cláudio Marzo. O mesmo ator interpretou na trama o protagonista José Leôncio em sua segunda fase, ou seja, já mais velho.

Desse modo, Marzo se dividia entre dois personagens imponentes e com relevância na novela. O ator faleceu em 2015 em decorrência de problemas respiratórios.

Segundo Marcos Palmeira, que fez Tadeu em 1990 e agora será Zé Leôncio, o veterano que já nos deixou tinha uma ‘tranquilidade’ bem característica. Afinal, para se transformar em Velho do Rio, ele precisava passar horas se maquiando e se caracterizando em um calor de 40 graus do Pantanal.

Cláudio Marzo interpretou o Velho do Rio em Pantanal
Cláudio Marzo interpretou o Velho do Rio em Pantanal

É pelo mesmo processo de caracterização que o ator Osmar Prado também precisou passar para encarnar o curandeiro famoso, que surgirá em breve na história e permanecerá até o último capítulo.

Vale dizer que durante a trama, o Velho do Rio será visto por inúmeros personagens que compõem o núcleo do Pantanal, menos por José Leôncio. Este só conseguirá um encontro com o ser folclórico nos seus momentos finais de vida, já no último capítulo da novela.

Leia outros textos desta colunista.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade