remake da GLOBO

Filó também morre? Zé Leôncio se transforma e desgraça a vida da esposa em Pantanal

Fazendeiro choca todo mundo no último capítulo da novela das nove

Publicado em 07/10/2022

O último capítulo de Pantanal será exibido nesta sexta-feira (7), com reprise no sábado, dia 8 de outubro. Assim como a versão original, o remake traz muitas emoções em seu final.

Nas últimas cenas, Filó (Dira Paes) vai tomar o maior susto de sua vida e verá seu destino se transformando completamente. Saiba tudo o que acontece.

Morte após casamento traumatiza Filó

No último episódio acontece o casamento de Filó, vivida pela atriz Dira Paes, e José Leôncio, interpretado por Marcos Palmeira.

Sim, eles vão finalmente oficializar o relacionamento após viverem anos somente como amantes e companheiros às escondidas – mesmo todos à volta saberem que eles se amam.

Todos vão estar na cerimônia e festa, que acontecerá na própria fazenda. Lembrando que Jove já terá casado com Juma; José Lucas estará com Irma; Guta estará com Marcelo; Tibério com a Muda; e Mariana estará morando no pantanal.

Filó (Dira Paes) e José Leôncio (Marcos Palmeira) em Pantanal (Divulgação Globo)
Filó (Dira Paes) e José Leôncio (Marcos Palmeira) em Pantanal

Como Zé Leôncio parte dessa para a melhor

O casamento de Filó e Zé Leôncio acontece sem maiores problemas e o casal tem uma noite romântica juntos.

Contudo, José acorda com uma sensação estranha quando o dia ainda nem amanheceu. “Que está me acontecendo?”, se pergunta o fazendeiro descendo as escadas com a mão no peito.

Ele segue sentindo dores e até pensa em ir para o hospital em São Paulo com a ajuda de Joventino (Jesuíta Barbosa).

Preocupado com a própria saúde, José Leôncio começa a conversar com o pai já falecido. “O que lhe aconteceu aquele dia que lhe tirou a vida, meu pai?”, indaga ele.

Um marruá? Uma boca de sapo? Não foi nada disso… Cê tá vivo, pai… Por que você não aparece, pai?“, questiona o marido de Filó, vendo em seguida a imagem de Joventino pai em um quadro. É quando ele sofre um infarto fulminante e morre.

José Leôncio (Marcos Palmeira) em Pantanal
José Leôncio (Marcos Palmeira) em Pantanal

Encontra o Velho do Rio e toma seu lugar

Nas cenas seguintes a sua morte, José Leôncio aparece ao lado do Velho do Rio, quem seu pai se tornou após desaparecer. O encontro é emocionante.

O Velho se assume como Joventino e deixa o filho surpreso. Ele chora de emoção e nem perceber que já partiu desta para uma melhor. Na versão de 1990, eles seguem o caminho juntos, lado a lado.

No remake, o Velho do Rio morrerá e dará lugar a Zé Leôncio, que assumirá seu posto. No final, o recém-falecido aparece de mãos dadas com a filha de Juma e o filho de Irma.

Velho do Rio (Osmar Prado) e José Leôncio (Marcos Palmeira) em Pantanal
Velho do Rio (Osmar Prado) e José Leôncio (Marcos Palmeira) em Pantanal

Filó acorda e encontra o marido já morto na poltrona. “Zé… Zé…?“, chama Filó, olhando fixamente para o marido recostado na poltrona. Ela põe a mão em seu rosto e percebe que está gelado.

Desesperada, Filó começa a chorar e a repetir. “Zé, não faz isso comigo!”, exclama.

Filó não vai ao velório de tanta dor

O velório de José Leôncio acontece de forma singela, realizado em barcos espalhados pelo rio pantaneiro que cerca as terras do fazendeiro.

José Leôncio (Marcos Palmeira), Velho do Rio (Osmar Prado) e Filó (Dira Paes) em Pantanal
José Leôncio (Marcos Palmeira), Velho do Rio (Osmar Prado) e Filó (Dira Paes) em Pantanal

Todos se acomodam em diversos barcos, mas Filó opta por não participar da cerimônia, pois seu coração ainda não se conformou.

Na versão de 1990, a dor de Filó é escancarada olhar da personagem, que foi interpretada por Jussara Freire.

Do momento em que a câmera foca o rosto da personagem e depois vai se distanciando, mostrando que ela é a única que não se junta ao demais no último adeus.

Jussara Freire interpretou Filó em Pantanal da TV Manchete
Jussara Freire interpretou Filó em Pantanal da TV Manchete

Confira também: Saiba detalhes do velório de José Leôncio em Pantanal

Leia outros textos desta colunista.