veterano

Doença cruel e sexualidade de Raul Cortez, o Virgílio de Mulheres de Areia

Ícone da dramaturgia assumiu orientação em 1980

Publicado em 02/07/2023

Raul Cortez está mais uma vez em destaque em uma novela reprisada na Globo. Recentemente, ele surgiu como um dos protagonistas de O Rei de Gado, de 1996. Agora está no elenco de Mulheres de Areia, de 1993.

Veja também:

    Na trama escrita por Ivani Ribeiro, Cortez interpreta Virgílio Assunção, um dos vilões mais emblemáticos da TV brasileira, sobretudo da carreira do veterano.

    Guilherme Fontes, Raul Cortez, Viviane Pasmanter e Susana Vieira em Mulheres de Areia
    Guilherme Fontes Raul Cortez Viviane Pasmanter e Susana Vieira em Mulheres de Areia

    Carreira de Raul Cortez

    Descendente de espanhóis e portugueses, Raul Cortez ficou marcado por papéis tipicamente italianos. Geremias Berdinazzi de O Rei do Gado é um exemplo, assim como Francesco de Terra Nostra (1999) e Genaro de Esperança (2002).

    Seus personagens em telenovelas certamente foram os que mais ficaram eternizados no grande público. Porém, o ator deu seu pontapé inicial na carreira atuando nos palcos, em 1955. Logo após enveredou para o cinema.

    A estreia na TV ocorreu na extinta Rede Excelsior, em 1966. E depois de diversos trabalhos na TV Tupi, migrou para a Globo para fazer a novela Água Viva, em 1980. A partir daí não parou mais. Foram mais de 20 trabalhos na emissora da família Marinho.

    Geremias (Raul Cortez) em O Rei do Gado
    Geremias Raul Cortez em O Rei do Gado

    Doença e sexualidade do Virgílio de Mulheres de Areia

    Abertamente bissexual, Raul Cortez se casou duas vezes: com a atriz Célia Helena, com quem teve sua primeira filha, a atriz Lígia Cortez; e com a socialite Tânia Caldas, com quem teve sua segunda filha, Maria Cortez.

    Em 1980, o veterano abriu o jogo sobre sua sexualidade em entrevista à revista Veja. “Atração é uma coisa que está no ar. Ninguém pode impor que a gente vá gostar só de homens ou transar só com mulheres”.

    Em dezembro de 2004 Raul Cortez passou por uma cirurgia para remover um tumor na região do pâncreas e do intestino delgado. Após a operação, enfrentou sessões de quimioterapia.

    Dois anos de luta contra o câncer se passaram e em 30 de junho de 2006, o artista precisou novamente ser internado. Raul Cortez faleceu no dia 18 de julho de 2006, aos 73 anos de idade.

    Raul Cortez morreu aos 73 anos, em 2006
    Raul Cortez morreu aos 73 anos em 2006

    © 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
    Site parceiro UOL
    Publicidade