Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
VETERANO

Após demissão da Globo, Alberto Gaspar estreia na TV Cultura

Jornalista apresentará o Legião Estrangeira todas as quartas-feiras

Publicado em 09/02/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Após ser demitido da Globo em 2021, o jornalista Alberto Gaspar já tem uma nova ‘casa’. Ele estreia na próxima quarta-feira (16) na TV Cultura à frente do programa Legião Estrangeira.

Segundo a emissora, a ideia da atração é analisar o que acontece no Brasil e no mundo, sob o prisma de correspondentes estrangeiros que aqui atuam e jornalistas brasileiros no exterior.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Gaspar, que nos anos 2000 trabalhou como correspondente internacional da Globo em Buenos Aires e, em 2007, em Jerusalém, tem ‘conhecimento de causa’ para mediar o assunto em seu novo programa.

Segundo o apresentador, o Legião quer aproximar as pessoas de assuntos internacionais que afetam a vida de todo mundo e ampliar a visão dos nossos próprios assuntos pelo olhar de correspondentes estrangeiros que nos “traduzem” para a terra deles.

Expectativas para o programa

Com os olhares atentos, os correspondentes descobrem fatos que quem está em seu próprio país não enxerga e explicitam a imagem que os outros países têm do Brasil.

No Legião, os jornalistas participantes deixam seus cargos e se encontram como se estivessem em um clube da imprensa”, destaca Ney Marcondes, diretor do programa.

A opinião pública brasileira sempre foi muito atenta à imagem do Brasil lá fora. O Legião Estrangeira pretende captar os movimentos dessa imagem em primeira mão, no depoimento daqueles profissionais que transmitem ao mundo as notícias sobre o Brasil. Além do entrechoque entre os diferentes hábitos e costumes de expatriados no Brasil e brasileiros no exterior”, diz Leão Serva, Diretor de Jornalismo da TV Cultura.

“O Legião é, acima de tudo, uma atração de boas histórias contadas por esses narradores profissionais e por Alberto Gaspar que, além de ser um dos mais experientes correspondentes internacionais de nossa televisão, é um grande contador de histórias”, enfatiza.

A vida de correspondente no exterior é puxada, mas muitas vezes prazerosa, também. E até pitoresca. Na vida pessoal, percebo como as pessoas gostam de ouvir pequenas histórias pessoais nunca publicadas. Bastidores de coberturas. Vamos botar na roda de conversa”, diz Gaspar.

Alberto Gaspar foi demitido da Globo em 2021

Demissão de Gaspar

Vale lembrar que, na década de 1970, Alberto Gaspar participou ativamente do movimento estudantil e chegou a ser preso pelo regime militar em 1977.

O jornalista entrou na Globo como estagiário em 1980 para, em seguida, ser contratado como repórter do Bom Dia São Paulo.

Após sua temporada na Argentina e em Israel, o comunicador retornou ao Brasil para atuar na redação da Globo de São Paulo, onde permaneceu até o ano passado.

Claro que é triste perder tudo isso, de repente. E não só para mim, pelas manifestações de carinho e de certa perplexidade que tenho recebido. Eu só tinha sido dispensado uma vez, na vida, numa escolinha de inglês onde fui dar aula, aos dezoito anos, e faltei duas vezes. Morava longe. Duas alunas continuaram tendo aula particular comigo. Em todos os meus outros empregos, a ruptura partiu de mim, sempre por não estar feliz com o que fazia. Nunca foi o caso, na Globo“, disse Gaspar após anunciar seu desligamento na emissora.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....