Sequestrador de Patrícia Abravanel chegou a invadir a Casa dos Artistas

Fatídico dia completa 20 anos em agosto

Publicado em 12/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No próximo dia 21 de agosto, o sequestro de Patrícia Abravanel, uma das seis filhas de Silvio Santos, completará 20 anos. O fatídico dia, no entanto, ainda guarda curiosidades que só o tempo é capaz de trazer respostas. Uma delas foi revelada por Rodrigo Carelli, o primeiro diretor da Casa dos Artistas, em entrevista a Márcia Piovesan.

Enquanto o Brasil parava para acompanhar o desfecho desse episódio, do outro lado da casa de Silvio Santos, mais precisamente muro com muro, a produção do reality Casa dos Artistas acontecia a todo vapor.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Para alguns, isso pode ser novidade, mas antes da “Casa” ser transformada em estúdio dentro da sede do próprio SBT, ela teve endereço fixo no bairro do Morumbi, Zona Sul de São Paulo.

A casa que recebeu Bárbara Paz, Supla, Mari Alexandre, Alexandre Frota e outros participantes tão marcantes quanto, foi uma propriedade comprada por Silvio Santos à época, e erguida em tempo recorde. Entre fechamento de elenco, construção, reforma e instalação de câmeras, foram apenas dois meses para que a atração fosse colocada no ar.

Um dos raros casos na televisão brasileira em que a imprensa não conseguiu descobrir absolutamente nada antes, a Casa dos Artistas, responsável por levar o SBT a alcançar até 55 pontos de audiência em sua grande final, gerou uma movimentação local paralela ao episódio do sequestro, sem que ninguém percebesse.

Carelli disse também que as filhas do comunicador, mesmo com todo o entra e sai de profissionais em torno dali, sequer imaginavam o que estava acontecendo, embora vez ou outra bisbilhotassem o local.

Na sequência do sequestro de Patrícia Abravanel, confia-se, segundo o diretor, que Fernando Dutra Pinto, o sequestrador que fez Silvio Santos como refém, primeiro pulou para dentro do jardim da Casa do Artistas para conseguir melhor acesso à mansão do dono do Baú.

Tudo isso aconteceu enquanto a Casa dos Artistas estava sendo montada a toque de caixa. Num mesmo local, a imprensa de todo o Brasil e curiosos se reuniam na porta de Silvio Santos, ao lado, a equipe da Casa dos Artistas entrava e saía do trabalho.

A história do sequestro de Patrícia Abravanel ocorreu em 21 de agosto de 2001, dois meses depois, em 28 de outubro, o SBT estreou este que veio a ser o primeiro reality show de confinamento da nossa TV.

O sequestro

Patrícia tinha 24 anos quando foi sequestrada por Fernando Dutra Pinto, em 21 de agosto de 2001. Na época, ela era estudante e cursava a faculdade de Administração.

A filha de Silvio Santos ficou uma semana em cativeiro e só foi solta após pagamento de resgate. Apesar da intensa cobertura e perseguição policial, o criminoso conseguiu escapar. No dia seguinte, ele pulou o muro da mansão do dono do SBT e manteve o apresentador como refém por todo o dia.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio