Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Reality show

Ao contrário do BBB, participantes de A Fazenda não conseguem sobrevida pós-reality

Atração da Globo e da Record TV tem o mesmo peso, mas não a mesma medida

Publicado em 10/02/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Num raciocínio rápido, você lembra quem foram os cinco últimos vencedores de A Fazenda? … E do BBB? Pois bem, como para tudo na vida existe o ônus e o bônus, participar de reality pode até ser garantia de dinheiro no bolso e um pouco de popularidade, mas se você sonha com a fama ou sucesso prolongado, esqueça, isso não acontece, ao menos não numa mesma medida se valendo de como o mercado funciona para cada atração do gênero.

Numa análise fria sobre os dois maiores realities do Brasil, ao observar a Record TV com A Fazenda, não é preciso muito para perceber que ainda não foi encontrado o caminho da sobrevida pós-programa aos chamados peões. Independente da popularidade do participante, é como se todos virassem fumaça após a grande final.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

O hype na mídia e redes sociais, em alguns casos, chega a se esgotar ali mesmo na própria eliminação do indivíduo no jogo (curioso demais!). E como depois de cada temporada a vida segue para todos, a Record TV poucas vezes demonstrou interesse em oferecer trabalho ou aproveitar de alguma forma seus ilustres desconhecidos.

Por onde anda Rico Melquiades?

Dos que podemos atribuir como ponto fora da curva, Lidi Lisboa, Lucas Selfie, Rayanne Moraes e Nicole Bahls se destacam. Os demais (e não são poucos), viram sucata da emissora e dependendo da sorte conseguem espaço em outros realities menos expressivos.

O caso mais recente é o de Rico Melqueades, vencedor da última edição – ninguém sabe, ninguém viu. Dizem que está gravando matéria para o Hora do Faro. Alguém aí do sofá está acompanhando?

Na Globo, por mais irritante e saturado se torne, a história muda bastante. Ali, qualquer anônimo “planta” faz o seu milhão e consegue espaço e publicidade, mas claro, tudo depende da boa vontade e da criatividade para fazer o negócio acontecer.

Dois pesos, mas não uma mesma medida

Ao longo dos anos esses dois programas foram se tornando cada vez mais semelhantes – as regras são as mesmas, os perfis escolhidos, então, chega a ser risível de tão confundíveis, as dinâmicas e todo o resto, nada muda. Tudo isso sem contar os crossovers, pois virou rotina ex-BBB fazer freela em A Fazenda.

Entretanto, uma coisa é certa, a Globo sabe trabalhar muito bem seu produto e lançar o que ela quiser lançar a partir disso. Já a Record tenta ir pelo mesmo caminho, mas falta algo. Mesmo com todos os aparatos possíveis, o reality ainda não emplacou uma Juliette, uma Thelma Assis ou um Gil do Vigor.

Jojo Todynho, Gretchen e Viviane Araújo não contam, foram participantes com status maior que a do programa.

SIGA ESTE COLUNISTA NAS REDES SOCIAIS: INSTAGRAM E TWITTER

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....