Blog do Lel | O retorno de Ana Paula Padrão ao jornalismo; apresentadora segue no MasterChef

Publicado há 4 anos
Por Leandro Lel Lima
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A tendência na TV é migrar do jornalismo para o entretenimento. Ana Paula Padrão, Fátima Bernardes, Patricia Poeta e Ticiana Villas Boas são exemplos desse “novo momento” que os canais enfrentam.

Uma das profissionais mais respeitadas no mercado publicitário e também pelos executivos de TV é a jornalista e apresentadora Ana Paula Padrão, do MasterChef, que sabe caminhar seguramente nos dois segmentos: jornalismo e entretenimento.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A moçada que acompanha o reality da Band não deve se lembrar muito da Ana Paula como âncora do Jornal da Globo, do SBT Brasil, criado por ela, e do Jornal da Record. O blog faz um breve resumo da carreira de Ana Paula, que na próxima sexta, 04/11, estreia no BandNews TV uma nova atração, o Conexão com The New York Times.

Durante um bate-papo com Ana Paula na Band, em 2015, a jornalista me contou um momento curioso sobre essa percepção do público: Tem um público inteiramente muito novo. Uma dia fui almoçar e o garçom falou: ‘Você não é a ‘mocinha do “MasterChef”’?’. Pô, fala sério, ‘mocinha do “MasterChef”’?. Incrível. Nossa, esse cara não tem a menor ideia de que eu já fui jornalista de bancada. São 30 anos de carreira. Isso é incrível. Eu tenho dois públicos distintos numa mesma encarnação. Isso é um barato! (risos). 

Conexão com The New York Times, no BandNews, às 23h, é um registro dos assuntos mais relevantes do noticiário em vários pontos do planeta. Nos vídeos legendados, as reportagens do The New York Times mostram um vasto leque de temas que vão da fome na Venezuela à onda de microapartamentos em Nova York.

Relembre a carreira da jornalista pela Globo, SBT e Record:

Jornal da Globo com Ana Paula Padrão

Sempre que o respeitado William Waack chama de Brasilia o também experiente Heraldo Pereira para falar sobre política, o repórter sempre faz, antes de anunciar os destaque do Planalto, um cumprimento aos telespectadores: “Boa noite William, boa noite a você que pra nós, do Jornal da Globo, é sempre sinal de prestígio com sua audiência.” Mas, nos tempos de Ana Paula Padrão, a voz padrão da emissora fazia questão mesmo era anunciar era o nome de Ana Paula logo na abertura do noticiário, prática que hoje já não existe mais.

Confira:

Ana esteve à frente do Jornal da Globo entre 2000 e 2005. Quando Ana Paula estava de férias Chico Pinheiro, em algumas ocasiões, era que cobria a colega. E a voz padrão dizia: “Jornal da Globo, hoje, com Chico Pinheiro.”

Como mostra este vídeo antigo:

Em 2005 Ana resolveu atender um chamado de Silvio Santos e migrou para o SBT, bancando inclusive a multa por quebra de contrato como ela relata em seu livro, O Amor Chegou Tarde em Minha Vida. Na emissora ela ainda passa a comandar a produzir o SBT Realidade, programa parecido com o Globo Repórter.

Confira a estreia de Ana, em 2007, no SBT:

https://www.youtube.com/watch?v=Jmqi45UEQGs

Em 2009 a jornalista muda de emissora e, ao lado de Celso Freitas, ancora o novo Jornal da Record, onde realiza também reportagens especiais.

Na Record ela já pagou alguns micos como chamar o Jornal da Record de Jornal da Globo e Jornal Nacional, dar boa noite pra si mesma e fazer uma piada sobre idade e ficar numa saia justa com o colega de bancada…

https://www.youtube.com/watch?v=AcnWgBlJkj0

Em 2014 ela migra para a Band onde passa a comandar um dos programas de gastronomia mais bem sucedidos da TV. A apresentadora também integra a equipe de jornalismo com reportagens especiais para o Jornal da Band e as Olimpíadas do Rio.

É pela Band também que Ana passou a fazer merchandising e comerciais de bancos e outros produtos. Segundo a revista Veja SP, a jornalista é dona de um dos contratos mais valiosos da televisão: o seu vínculo com a Band garante R$ 100 mil reais mensais, R$300 mil a cada temporada do MasterChef e mais participações em anúncios. Só em 2015, a jornalista recebeu o equivalente a R$ 1,8 milhão.

Por Leandro Lel Lima: Paulistano, libriano, formado em jornalismo pela Estácio de Sá. Escreve sobre TV, cinema, teatro e comportamento. Já passou por sites especialiados em TV e foi comentarista de cultura da Rede Família de TV (Grupo Record).
facebook.com/leandrolellima
twitter.com/Leandro_LelLima

lellimacomunicacao@gmail.com
lellima@observatoriodatelevisao.com.br

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio