Com Flamengo na semifinal, Globo consegue maior Ibope da história do Mundial de Clubes

Publicado há 9 meses
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Globo está celebrando a audiência da semifinal entre Flamengo e Al-Hilal (SAU), realizada nesta terça-feira (17), pelo Mundial de Clubes. No Rio de Janeiro, a partida conseguiu o maior número da história do campeonato organizado pela FIFA no atual modelo, que começou no ano de 2005.

Segundo dados prévios de audiência, confirmados pela Globo e obtidos pelo Observatório da Televisão, o jogo narrado por Galvão Bueno, com comentários de Júnior e Roger Flores, marcou 33 pontos e 62% de participação. O índice representa 21 pontos, ou 175% a mais de audiência, e 33 pontos de participação, acima da média da faixa nas quatro terças-feiras anteriores a partida.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Além de bater o recorde de audiência do Mundial no Rio de Janeiro, o jogo quase triplicou o Ibope da faixa. O número de TVs ligadas no horário, considerando apenas o Rio de Janeiro, foi 32% maior do que a média das quatro terças anteriores. Na faixa, a Globo exibe o Se Joga e a Sessão da Tarde.

Jogo do Flamengo também bombou em São Paulo

Em São Paulo, os índices também foram excelentes. O jogo, exibido das 14h30 às 16h45, fechou com 18 pontos de média e 39% de participação. Foram 9 pontos (100%) de audiência e 16 pontos de participação acima da média da faixa nas 4 terças anteriores.

O que mais chama a atenção é que, mesmo sem a participação de uma equipe paulista, o jogo do Flamengo dobrou a audiência da faixa na comparação com as quatro terças anteriores. Houve crescimento também no número de TVs ligadas no horário, que foi 12% maior do que a média das quatro terças anteriores.  

O Flamengo jogará a final do Mundial de Clubes no próximo sábado (20), às 14h30, no Catar. A outra semifinal será entre Monterrey (MEX) x Liverpool (ING). A tendência é que o time inglês saia vencedor e que os clubes repitam a final de 1981, ano do primeiro título mundial do clube rubro-negro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais