Saiba qual foi a primeira novela diária de cada uma das grandes emissoras brasileiras

Exibição de capítulos das mesmas histórias diariamente teve início em 1963, na TV Excelsior

Publicado há um mês
Por Fábio Costa
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A trajetória das novelas diárias na televisão brasileira começou em 1963, quando Edson Leite, diretor da TV Excelsior, decidiu implantar por aqui um esquema de exibição que já vigorava em países como a vizinha Argentina. As emoções dos folhetins passaram a ir ao ar de segunda a sexta-feira, ou de segunda a sábado, e não mais só duas ou três vezes por semana.

Escrita por Dulce Santucci e dirigida por Tito Di Miglio, com base num original de Alberto Migré, 2-5499 Ocupado fora a primeira das centenas de novelas diárias exibidas desde então pela televisão brasileira. Glória Menezes e Tarcísio Meira interpretaram os personagens principais.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na década de 1960, até a TV Record, que vivia um grande momento com seus programas musicais e festivais de MPB e de samba, rendeu-se ao filão da dramaturgia e produziu novelas diárias. As TVs Globo e Bandeirantes já entraram no ar com novelas na grade.

Nos anos 1980, com o gênero ainda mais fortalecido junto ao público, o SBT e a Rede Manchete também investiram em novelas diárias já em seus primeiros tempos de atividade.

Fora a marcante TV Tupi, que correu logo atrás do prejuízo quando a Excelsior modificou as regras do jogo. Curiosidades da TV fala nesta semana aqui no Observatório da TV sobre esse tema. Confira o vídeo!

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio