Antônio Aguillar, apresentador que impulsionou a carreira de Roberto Carlos, morre aos 94 anos

Publicado em 11/02/2024

Antônio Aguillar, renomado apresentador e produtor, faleceu na madrugada deste domingo (11), aos 94 anos. Ele ficou conhecido por sua contribuição ao rádio e à televisão nas décadas de 60 e 70. A informação é do jornal A Tribuna.

O comunicador teve um papel fundamental na história da Música Popular Brasileira. No programa que comandava na TV Excelsior de São Paulo, Aguillar abriu espaço para um então desconhecido cantor, Roberto Carlos, contribuindo para o início da carreira do ícone da música brasileira.

Em recente entrevista à Rádio Capital, Roberto Carlos falou da ajuda que recebeu do comunicador no início de sua carreira. “Antônio Aguillar é um grande amigo e faz parte da minha história”, disse ele.

Eu participei várias vezes do programa dele no rádio e na televisão. Eu sei o quanto me prestigiou no começo da minha e não só a mim, mas a todos os artistas que precisavam de ajuda, eu isso, ele prestigiou e ajudou muitos artistas e eu sou um deles”, completou.

Além disso, lançou e apoiou outros artistas e grupos que se tornariam célebres no programa Jovem Guarda, na TV Record, como The Clevers, mais tarde conhecidos como Os Incríveis.

Nascido em São José do Rio Preto, em 1929, Aguillar mudou-se para São Paulo nos anos 1950. Ao longo de sua carreira, Aguillar passou por diversas emissoras de rádio e televisão, incluindo Tupi, Record, Gazeta, Globo, TV Paulista e Capital.

Viveu em Santos entre 1985 e os anos 2000. Antônio Aguillar deixa sua esposa Maria Célia, com quem era casado desde 1975, e seus filhos Débora, Gabriela e Douglas Aguillar.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade