Sai de Baixo: há 25 anos, a família mais maluca do Arouche chegava à TV

Programa é marco das noites de domingo, nas quais reinou por seis anos

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em 1995, o ator Luís Gustavo e o diretor Daniel Filho chegaram a oferecer a Silvio Santos o projeto de um programa de humor que giraria em torno das confusões dos moradores de um prédio de apartamentos, ligados por um funcionário do condomínio. No SBT a coisa não andou, mas a TV Globo se interessou.

Depois de ser chamado de Amigos, Amigos e Querida Família e ter passado por algumas mudanças de formato, em 31 de março de 1996 estreou o Sai de Baixo, na faixa das 22h dos domingos, depois do Fantástico. Luís Gustavo vivia Vanderlei Matias, o Vavá, solteirão que trabalhava com turismo em sua empresa, a Vavatur.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Vavá tinha uma irmã, Cassandra (Aracy Balabanian), que se muda para o apartamento que eles herdaram, no Largo do Arouche, em São Paulo, onde o solteirão tinha apenas a companhia da empregada Edileuza (Cláudia Jimenez). Com Cassandra se instalam também sua filha, a pouco inteligente Magda (Marisa Orth), e o marido desta, Caco Antibes (Miguel Falabella), um picareta com pedigree.

Junto à tresloucada família, que se mete em diversas confusões para escapar à bancarrota, havia Ribamar (Tom Cavalcante), porteiro do edifício, envolvido romanticamente com Edileuza, embora não perdesse a oportunidade de arrastar a asa para Magda.

O TBT da TV desta semana relembra o Sai de Baixo, que até hoje é sucesso nas reprises do Canal Viva e da própria TV Globo, após uma trajetória de seis anos nas noites de domingo. Confira o vídeo!

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio