Compre iPhone SE na Apple a partir de R$ 3.779,10 à vista ou em até 12 vezes. Frete grátis para todo o Brasil
Saiba mais
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
CRÍTICA

Sem Supergirl e Arqueiro Verde, reunião de heróis em Flash perde o brilho

Warner Channel estreia neste domingo (5) a oitava temporada da série do Velocista Escarlate

Publicado em 05/12/2021
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

A oitava temporada de Flash começa com uma reunião de heróis sem brilho, insossa e de pouco impacto. O especial Armageddon, evento composto de cinco episódios, não tem Supergirl (Melissa Benoist) nem Arqueiro Verde (Stephen Amell). É a primeira vez desde 2016 que os dois não estão ao lado de Flash (Grant Gustin) no combate contra uma força inimiga. 

O primeiro capítulo de Armageddon estreia na Warner Channel neste domingo (5), às 22h. Como explicou o showrunner de Flash, Eric Wallace, esse especial não é um crossover do Arrowverse, mas sim praticamente uma minissérie dentro da atração do Velocista Escarlate, 

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Isso porque toda a história contada tem como foco o herói de Central City. Um crossover, tecnicamente, não apenas junta heróis de outras séries, mas amarra histórias paralelas.

Alicerçados em Flash, Supergirl e Arqueiro Verde, os crossovers das séries da DC sempre foram um caso à parte na TV. Com muita ação, efeitos especiais espetaculares e narrativas grandiosas, os crossovers chegavam a fazer frente até às produções cheias de ostentação do cinema feitas pela editora. 

As quatro reuniões dos últimos cincos anos (Invasão, Crise na Terra-X, Elseworlds e Crise nas Infinitas Terras) foram excelentes, um deleite para os fãs de histórias em quadrinhos. Por diversas razões, o especial da vez é bem aquém, embora tenha lá aparições de outros heróis de séries da DC que não Supergirl e Arqueiro Verde.

Armageddon gasta muito tempo em diálogos e economiza na porradaria. São escassos os momentos de êxtase, com batalhas entre mocinhos e vilões (ou até herói contra herói). O público terá que se contentar com muito papo e aguardar com paciência o bicho pegar em combates esparsos.

Tony Curran na pele do vilão Despero (Divulgação/The CW)

Decisão criativa

Em entrevista ao programa The Flash Podcast, Eric Wallace detalhou os bastidores da produção de Armageddon, citando que a pandemia de Covid-19, o fim da série Supergirl e a morte da Arqueiro Verde em Crise nas Infinitas Terras contribuíram para o enxugamento da atual reunião de heróis da DC.

Mesmo assim, a rede The CW, que exibe Flash nos Estados Unidos, pediu a Wallace um especial, uma história grandiosa, épica, espetacular e finalizada em cinco episódios. Daí surgiu Armageddon, “um evento dividido em cinco partes. Ao invés de ser uma história que gira em torno de Kara [Supergirl], Barry [Flash] e Oliver [Arqueiro Verde], esse evento é centrado só em Barry“, explicou o showrunner.

Quais heróis aparecem em Armageddon?

Em Armagaddon, o herói Flash vai receber a ajuda do Átomo (Brandon Routh, de Legends of Tomorrow), Raio Negro (Cress Williams), Mia Queen (Katherine McNamara, de Arrow), Batwoman (Javicia Leslie) e Sentinela (Chyler Leigh, de Supergirl).

Tudo ia bem na vida de Barry Allen, identidade civil de Flash, até a chegada de um poderoso alienígena chamado Despero (Tony Curran). Entra em jogo o futuro da humanidade, um recurso praxe em Flash, pois o vilão diz que o herói vai acabar com o mundo em 2031. 

O antagonista vidente está determinado em matar o Velocista Escarlate e salvar a Terra, mas oferece uma colher de chá: ele tem sete dias para provar que não irá cometer a atrocidade de destruir o planeta e provar ser inocente.


Siga o Observatório de Séries nas redes sociais:

Facebook: ObservatorioSeries

Twitter: @obsdeseries

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....