Compre iPhone SE na Apple a partir de R$ 3.779,10 à vista ou em até 12 vezes. Frete grátis para todo o Brasil
Saiba mais
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
ENTENDA

Executivo explica porque nova American Crime Story passou despercebida

Terceira temporada da franquia não chegou nem perto do sucesso das duas levas anteriores

Publicado em 18/02/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Uma das apostas da temporada 2021-2022, a minissérie American Crime Story: Impeachment foi um tremendo fracasso de público, sem repercussão e esquecida no circuito de premiações. A trama sequer repetiu um fio do sucesso das outras duas temporadas da franquia premiada. O chefão do canal americano FX tentou explicar o flop colossal.

“Eu acho que não estar em um streaming jogou contra Impeachment”, disse John Landgraf, presidente do FX, em entrevista à Variety. Ele está falando do ponto de vista dos Estados Unidos, onde a atração só foi exibida no canal pago, sem estar disponível em nenhuma plataforma, seja Hulu ou Netflix.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

O resultado foi desastroso em três níveis. No quesito audiência, Impeachment teve média de 632 mil telespectadores, metade do registrado pela segunda temporada (O Assassinato de Gianni Versace) e anos-luz atrás do ano de estreia (O Povo Contra O.J. Simpson), que obteve média de 3,2 milhões de telespectadores.

A audiência medíocre não colocou a narrativa na boca do povo e nem gerou engajamento, ao contrário das duas levas anteriores. Impeachment passou como uma série qualquer, longe de provocar o impacto e incitar debates intensos, igual a franquia produziu anteriormente.

E a soma do desastre se completa com a total ausência no circuito de premiações da temporada, sem nenhuma indicação nos principais prêmios hollywoodianos. Tanto Simpson quanto Versace ganharam as categorias de melhor minissérie no Globo de Ouro e levaram estatuetas no SAG Awards, premiação dos atores, só para citar as cerimônias de começo de ano.

Isso tudo apesar de a história de Impeachment ter muito apelo, sobre o caso extraconjugal e escandaloso entre o ex-presidente dos EUA, Bill Clinton, e Monica Lewinsky, então estagiária da Casa Branca. 

O elenco foi de grife, com nomes tipo Sarah Paulson (ACS: Simpson), Clive Owen (The Knick), Margo Martindale (The Americans), Cobie Smulders (How I Met Your Mother), Edie Falco (The Sopranos), Colin Hanks (Fargo), Elizabeth Reaser (Grey’s Anatomy), entre outros.

No Brasil, American Crime Story: Impeachment irá estrear primeiro no canal FX, no ingrato horário da 0h (meia-noite), na virada do dia 10 para 11 de março. Veja o vídeo de apresentação, dublado:

Em tempo: as outras duas American Crime Story (Simpson e Versace) vão deixar a Netflix. As atrações ficam disponíveis na plataforma até 28 de fevereiro.


Siga o Observatório de Séries nas redes sociais:

Facebook: ObservatorioSeries

Twitter: @obsdeseries

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....