Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
MERCADO

À venda, Starzplay é opção para Apple e ViacomCBS turbinarem streamings

A Lionsgate quer lucrar em negociação da plataforma dona de Outlander e franquia Power

Publicado em 26/11/2021
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

A Lionsgate colocou à venda o canal Starz e o streaming Starzplay. Não faltam interessados em adquirir o conteúdo posto à mesa, embora não seja um catálogo robusto. Mas serviria para turbinar os streamings do mercado que possuem uma oferta mirrada de produções, como nos casos do Apple TV+ e do Paramount+ (plataforma da ViacomCBS).

O que a Lionsgate deseja é lucrar com essa potencial transação, anunciada aos acionistas em reunião realizada neste mês. Em 2016, a empresa comprou o grupo Starz Inc. por US$ 4,4 bilhões (R$ 11,4 bilhões). Tirando proveito da intensa guerra dos streamings, a Lionsgate mira vender a companhia adquirida há cinco anos por um valor maior, tendo como comparação a fusão recente da MGM com a Amazon, firmada no valor de US$ 8,5 bilhões (R$ 22 bilhões).

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Quem comprar o canal Starz e o streaming Starzplay vai injetar números de assinantes e dar a eles mais opções de entretenimento. De acordo com a própria Lionsgate, existem 30 milhões de clientes, somando os dois serviços, em todo o mundo. Só o Starzplay é responsável por 12,2 milhões dessa fatia (desses, 10,8 milhões são dos Estados Unidos).

Conteúdo do Starzplay

Os compradores estão de olho nesse público. Mas a clientela não é suficiente, é preciso levar em consideração o conteúdo. Entre as séries, o Starzplay oferece produtos de qualidade, porém não há volume. 

Atualmente, por exemplo, somente duas séries ultrapassaram a marca de duas temporadas: The Girlfriend Experience e Outlander. Sete atrações estão na leva de estreia, seis delas foram renovadas. No total, são apenas 20 séries originais ativas, sendo que sete ainda estão em desenvolvimento.

Vale pontuar que, internacionalmente, o Starzplay lança produções de outras plataformas americanas, como se vê no Brasil com The Great (Hulu) e Dr. Death (Peacock)

Apesar disso, ofertar Outlander e a franquia Power tem um valor. No Paramount+, o reforço cairia bem ao lado das produções do canal Showtime, rival do Starz na TV paga americana. Para a Apple, seria a primeira contratação de um pacote de terceiros, o que poderia ter ocorrido com a MGM. Por enquanto, o Apple TV+ só disponibiliza conteúdo original. O Disney+ é um concorrente nesse leilão, correndo por fora.


Siga o Observatório de Séries nas redes sociais:

Facebook: ObservatorioSeries

Twitter: @obsdeseries

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....