Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
OUTROS TEMPOS

Becoming Elizabeth explora incesto dentro da família real britânica

Ambientado no século 16, o drama disponível no Starzplay narra o surgimento da primeira rainha Elizabeth

Publicado em 15/06/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

O drama Becoming Elizabeth (Starzplay), sobre disputa de poder na família real britânica em meados dos anos 1500, assusta o telespectador do século 21 por ter como foco uma prática abominável na sociedade atual, mas não estranha na época: romance entre familiares. O núcleo duro da trama na primeira temporada disseca a vida amorosa da adolescente Elizabeth (Alicia von Rittberg) após a morte do pai, o rei Henrique VIII.

Quem passa a acompanhar a série sem um conhecimento prévio vai se chocar com o desenrolar dos acontecimentos, naturalmente. Durante as apresentações dos personagens, o público vê claramente Elizabeth sendo paquerada por Thomas Seymour (Tom Cullen), parente da garota. A investida começou quando ela tinha apenas 13 anos de idade.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Adiciona-se nesse caldeirão de escândalos o fato de Thomas ter uma relação amorosa e intensa com Catherine Parr (Jessica Raine), simplesmente a sexta mulher de Henrique VIII e madrasta de Elizabeth; Thomas e Catherine logo se casaram após ela ficar viúva. Em certo momento da série, Catherine percebe como Thomas flerta sem cerimônia com a enteada. Ela pede para ele apenas maneirar nessas investidas…

Becoming Elizabeth, criada para mostrar como a jovem se tornou uma das monarcas mais importantes e adoradas da história do Reino Unido, coloca a futura rainha em um lugar de vulnerabilidade. Ingênua, a menina anseia pelo amor do padrasto e passa a ter fantasias com ele, sempre ficando envergonhada e não escondendo a timidez na presença do homem 25 anos mais velho do que ela.

A atriz Alicia von Rittberg (28 anos) na pele de Elizabeth (13 anos) em Becoming Elizabeth

Outra moral

Elizabeth faz parte da Dinastia Tudor, linhagem que entregou cinco monarcas para realeza britânica; ela foi a última da linha sucessória por não ter tido filhos, ficando conhecida como a Rainha Virgem, originando assim um culto de personificação na Inglaterra e arredores.

Algumas coisas precisam ser consideradas para entender a moral daquela época, ainda mais dentro da Casa Tudor. O olhar moderno estranha ver uma adolescente de 13 anos se envolver com um homem com mais do que o dobro da idade, ainda mais quando o tema casamento entra na roda. Mas isso era muito comum na aristocracia inglesa de antigamente. 

Uma menina com 13 anos já estava apta para se casar e ter relações sexuais. O conceito de adolescência entendido nos tempos atuais não existia a seis séculos atrás. Na própria família havia exemplos de gravidez precoce na adolescência. A bisavô de Elizabeth, Margaret Beaufort, foi mãe aos 13 anos de Henrique VII, o primeiro rei da Casa Tudor.

As ligações familiares dos Tudors são emaranhadas por causa de diversos casamentos. Pode-se entender que Thomas era tio de Elizabeth, por exemplo (mas não de sangue). A irmã dele, Jane Seymour, foi a terceira mulher de Henrique VIII. Dessa relação real saiu Eduardo VI (Oliver Zetterström), rei que, aos nove anos de idade, sucedeu Henrique VIII.

Logo, Thomas era tio de Eduardo VI. Por sua vez, Eduardo VI era meio-irmão de Elizabeth, ela que nasceu da relação do rei morto com a segunda mulher dele, Anne Boleyn.

Não era incomum para a sociedade real daquele tempo um romance entre parentes, mesmo tão próximos. Julgar aquelas ações pelo olhar de hoje não é o modo mais correto de entender aquela época com equilíbrio, pois as pessoas dali tinham outras experiências de vida sem um conhecimento amplo de ética e moral que atualmente se tem.

Então, quem for acompanhar Becoming Elizabeth tem de se preparar porque esse flerte entre padrasto e enteada (tio e sobrinha) vai ser constante ao longo dos oito episódios da primeira temporada. Relatos antigos, apócrifos e oficiais, apontam que Thomas entrava à noite no quarto de Elizabeth interessado em relações sexuais.

Becoming Elizabeth estreou no último dia 12. Episódios inéditos entram no Starzplay sempre aos domingos. ⬩

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....