Cara e Coragem

Após o assassinato de Leonardo, Regina e Danilo sofrem condenação perversa

O casal ficará vários anos na cadeia

Publicado em 06/12/2022

Leonardo (Ícaro Silva) morrerá na reta final de Cara e Coragem. Regina (Mel Lisboa) invadirá a casa de Clarice (Taís Araujo) e resolverá disparar contra a inimiga. Ao ver a situação, o pilantra entrará na frente da irmã, a salvando e morrendo em seu lugar.

Depois do crime, Regina fugirá, mas será encontrada pelas autoridades, assim como Danilo (Ricardo Pereira). O ex de Rebeca (Mariana Santos) será considerado culpado pela morte de Roberto Gusmão (Val Perré), que foi encomendada por ele.

Além disso, existirá a pena pelos ataques cometidos contra Clarice, algo feito por Regina, que também estará sendo julgada. “Pela premeditação com que agiu envolvendo os primos, a sósia da vítima na emboscada daquela noite e terminando por cometer outro crime, ainda mais brutal, que amplia a culpabilidade da ré”, dirá o promotor.

“Senhores jurados, o meu pedido é pela aplicação da pena máxima para ambos”, destacará o profissional. “Condenados a cinco anos de detenção por essa ação conjunta. Soma-se à pena pela morte de Roberto Gusmão, vinte e cinco anos para o réu Danilo Bosco”, dirá o juiz.

“E pela morte de Leonardo Gusmão, vinte cinco anos para a ré Regina Costa Gusmão. Os réus, juntos e em separado, cometeram crimes contra a vida. Suas personalidades perversas, colocaram a ambição por bens materiais à frente do direito maior que suas vítimas tinham: o de viver em pleno gozo da saúde que tinham. É ainda mais cruel, quando estes crimes recaem sobre a mesma família”, concluirá.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade